Notícias

categorias

19 nov

Abertura dos Mercados – 19 – Novembro – 2019

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 3.129,00 +0,23% | Bovespa: 107.155 +0,59% | Petróleo WTI: 56,55 -1,03% | USD/BRL: 4.207,50 -0,26%

Os mercados acionários externos operam com viés positivo nesta manhã de terça-feira. As atenções do mercado se voltam para o imbróglio que envolve as negociações comerciais entre Estados Unidos e a China Enquanto jornais chineses noticiaram que o governo do país se mantém pessimista em relação às chances de um acordo, em face à resistência dos Estados Unidos em reverter tarifas de importação já impostas, o departamento de comércio norte-americano emitiu ontem uma nova licença temporária de 90 dias à Huawei, permitindo transações entre a chinesa e empresas americanas. Na Ásia, o índice de Shanghai encerrou o dia com ganho de 0,85% e o Nikkei japonês fechou em queda de 0,53%. Na Europa, a ausência de indicadores econômicos relevantes desvia o foco para o cenário eleitoral do Reino Unido, onde ocorrerá na noite de hoje o primeiro grande debate da eleição geral do país, entre Boris Johnson e Jeremy Corbyn. Neste momento, o CAC francês avança 0,23%, o DAX alemão sobe 0,88% e o FTSE de Londres se valoriza 1,14%. Nos Estados Unidos, o futuro do S&P opera com ganho de 0,23%. Na agenda do país, serão conhecidos hoje os dados sobre a construção de moradias em outubro. No Brasil, o impasse nas negociações entre Estados Unidos e China penalizou o Real, levando o Dólar comercial a ultrapassar a barreira dos R$ 4,20 e fechar o dia de ontem em seu maior valor nominal desde a implantação do Plano Real, seguindo a trajetória de alta que se iniciou no início do mês. No front macroeconômico, as atenções se voltam para a participação do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, em audiência pública no CAE do Senado, gerando a expectativa da indicação de possíveis pistas sobre o rumo dos juros básicos do país e a atuação da autoridade monetária no mercado de câmbio.

Empresas e Setores

  • Agronegócio: Segundo dados da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) o Valor Bruto da Produção (VBP) pecuária do Brasil deverá somar R$ 234,5 bilhões neste ano, crescimento de 7,2% na comparação com o ano de 2018.
  • Ambev (ABEV3): Segundo noticiário Bernardo Pinto Paiva renunciou ao cargo de presidente da companhia, sendo substituído por Jean Jereissati Neto em 2020.
  • Banco do Brasil (BBAS3): O Banco do Brasil comunicou que Marcelo Serfaty renunciou ao cargo de membro do Conselho de Administração.
  • Cielo (CIEL3): A agência de classificação de risco Fitch revisou o rating da companhia de “BB+” para “BB”.
  • Hapvida (HAPV3): A companhia fechou acordo para adquirir carteira de 12 mil clientes da Agemed, com atuação no Estado de Santa Catarina, pelo valor de R$ 19 milhões.
  • Klabin (KLBN11): A companhia antecipou o pagamento ao BNDES de financiamento no valor de R$ 2,4 bilhões, usados no Projeto Puma I.
  • Petrobras (PETR4): A companhia anunciou ontem, após 53 dias, um reajuste médio de 2,7% nos preços da gasolina às distribuidoras.
  • Siderurgia: Segundo dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Alumínio (Abal) as importações de alumínio semimanufaturados pelo Brasil neste ano deverão somar 150 mil toneladas, alta de 36,4% na comparação anual.
  • Tenda (TEND3): O Conselho de Administração da companhia aprovou pagamento dividendos intermediários no montante de R$ 15,4 milhões, correspondendo ao valor de R$ 0,15 por ação.
  • Varejo: Segundo dados da Associação Brasileira de Lojistas de Shoppings (Alshop) o faturamento do setor varejista brasileiro no período da Black Friday deverá somar R$ 3 bilhões, valor que representa uma alta nominal de 18% em relação ao mesmo período de 2018.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, jornal Valor Econômico, jornais diversos e relatórios de terceiros.

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.
Mostrar mais

Cadastre-se e receba nossos relatórios