Notícias

categorias

11 out

Abertura dos Mercados – 11 – Outubro – 2019

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 2.967,38 +0,90% | Bovespa: 102.965 +0,63% | Petróleo WTI: 54,20 +1,21% | USD/BRL: 4.120,00 +0,09%

Os mercados chegam ao fim da semana com tom positivo. A possibilidade de um acordo entre os Estados Unidos e a China segue como principal assunto. Ontem, o presidente Donald Trump disse que o primeiro dia de conversas com os chineses corria muito bem, despertando as esperanças de que pelo menos um acordo temporário possa ocorrer. Os investidores estão acompanhando de perto o desfecho das conversas, uma vez que em caso de fracasso as tarifas sobre US$ 250 bilhões em bens chineses subirão de 25% para 30% na próxima terça-feira e, em 15 de Dezembro, novas tarifas de 15% serão aplicadas em todas as importações chinesas restantes. Neste momento, o futuro do S&P sobe 0,90%, o CAC francês tem alta de 1,15%, o DAX alemão se valoriza em 2,06% e o FTSE de Londres tem elevação de 0,82%. Na Ásia, o índice de Shanghai terminou subindo 0,88% e o Nikkei acabou o dia com alta de 1,15%. No Brasil, a reforma administrativa ganha força. Ontem durante um evento em SP, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que é possível que para corrigir distorções nos cargos e salários do funcionalismo público, apliquem algum tipo de congelamento temporário. A reforma tributária deve vir em um segundo momento, após o encaminhamento das mudanças administrativas e do pacto federativo.

Empresas e Setores

  • Agronegócio: Segundo dados divulgados pela Secretaria de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, o valor das exportações do agronegócio brasileiro somou US$ 7,8 bilhões no mês de Setembro, queda de 3,9% na comparação com o mesmo mês do ano passado.
  • Delta Airlines: A companhia encerrou o terceiro trimestre deste ano com lucro líquido de US$ 1,4 bilhão, alta de 13% na comparação com o mesmo trimestre de 2018.
  • Eletrobras (ELET3): A companhia anunciou a abertura de um Plano de Demissão Consensual (PDC) com o objetivo de desligar 1,6 mil empregados da holding e subsidiárias, gerando uma economia de cerca de R$ 510 milhões ao ano.
  • Embraer (EMBR3): Segundo noticiário a companhia pretende conceder férias coletivas a partir de Janeiro de 2020 a todos os 15 mil funcionários no Brasil, em preparação para a transferência do controle de sua divisão de aviação comercial para a norte-americana Boeing.
  • Estácio Participações (YDUQ3): A companhia divulgou que sua base de alunos encerrou o terceiro trimestre deste ano com 495,2 mil matrículas, alta de 10% frente ao mesmo período de 2018.
  • Helbor (HBOR3): O Conselho de Administração da companhia aprovou o preço de R$ 2,65 por ação no âmbito da realização de sua oferta de distribuição primária de ações (follow on) que ocorre na 2ªF.
  • Log Commercial Properties (LOGG3): O Consleho de Administração da companhia aprovou a realização de uma oferta primária de distribuição de ações (follow on) de até 28,3 milhões de ações ordinárias com precificação estimada para o dia 22 de Outubro.
  • Petróleo e Gás: Segundo estimativa divulgada pela Organização dos Países Produtores de Petróleo (Opep) o crescimento da demanda global por petróleo em 2019 deverá somar 980 mil barris por dia, queda de 40 mil barris diários frente ao estimado anteriormente.
  • Serviços: Segundo dados divulgados pelo IBGE o volume do setor de serviços do Brasil no mês de Agosto registrou queda de 0,2% em relação ao mês anterior e recuou 1,4% na comparação com o mesmo mês de 2018.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, jornal Valor Econômico, jornais diversos e relatórios de terceiros.

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.
Mostrar mais

Cadastre-se e receba nossos relatórios