Notícias

categorias

26 out

Abertura dos Mercados – 26 – Outubro – 2020

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 3.416,12 -1,02% | Bovespa: 100.985 -0,64% | Petróleo WTI: 38,78 -2,69% | USD/BRL: 5.654,00 +0,55%

Os mercados financeiros globais operam em queda nesta manhã de segunda-feira, reflexo do aumento de casos do Covid na Europa e o temor de um novo lockdown na região. Na Ásia as bolsas fecharam em queda, com o Nikkei japonês caindo 0,09% e o índice de Shanghai fechando em baixa de 0,82%, pressionados pelo setor de consumo, após a maior fabricante de bebidas alcoólicas do país, a Kweichow Moutai, registrar crescimento abaixo do esperado no lucro trimestral. Na Europa as bolsas operam no vermelho, com a crescente preocupação com uma nova onda da Covid-19. Na região, o CAC francês e o FTSE de Londres caem respectivamente 1,26% e 0,50% e na Alemanha o DAX opera em queda mais forte de 2,93%, após um fraco resultado da SAP. Na Espanha o primeiro-ministro, Pedro Sánchez, anunciou ontem novo estado de emergência em um esforço para conter o aumento nas infecções por coronavírus, impondo toques de recolher noturnos e proibindo viagens entre as regiões do país em alguns casos. Nos Estados Unidos o índice futuro S&P aponta para abertura em queda de 1,02% e no país os investidores estão na contagem regressiva para a eleição presidencial que acontecerá na semana que vem. No cenário local o Boletim Focus hoje trouxe novamente piora nas expectativas para inflação em 2020 e agora economistas preveem que o IPCA termine o ano a 2,99% ante 2,65% esperado na semana anterior. No front corporativo a temporada de divulgação de balanços do terceiro trimestre ganha ritmo e essa semana temos alguns resultados relevantes como Santander, Bradesco, Vale e Petrobras.

Empresas e Setores

  • Agronegócio: O Centro de Tecnologia Canavieira (CTC) solicitou o registro para a realização de uma oferta inicial de ações (IPO).
  • B3 (B3SA3) e IRB (IRBR3): As companhias fecharam parceria com o objetivo de desenvolver uma plataforma para o mercado de seguros, que irá integrar toda a cadeia de corretoras, seguradoras e resseguradoras, e permitir que operações que envolvam contratos de seguros e resseguros sejam realizadas via internet, por meio de tecnologias blockchain.
  • Braskem (BRKM5): A gestora Alaska Investimentos elevou para 5,09% a participação no total de ações da companhia.
  • BTG Pactual (BPAC11): O banco anunciou a aquisição da corretora Necton Investimentos pelo valor de R$ 348 milhões.
  • Construção Civil: A empreiteira Método Engenharia solicitou o registro para a realização de uma oferta inicial de ações (IPO).
  • CPFL (CPFE3): A companhia informou que Lyu Shirong renunciou ao cargo de membro do Conselho de Administração.
  • Hypera (HYPE3): A companhia obteve lucro líquido de R$ 345,6 milhões no terceiro trimestre deste ano, alta de 29,4% sobre a mesma etapa de 2019.
  • Indústrias Romi (ROMI3): O Conselho de Administração da companhia aprovou um o aumento de capital no valor de R$ 145,73 milhões, mediante capitalização da reserva de lucros.
  • Klabin (KLBN11): A companhia obteve prejuízo de R$ 191 milhões no terceiro trimestre deste ano, revertendo o lucro de R$ 207 milhões registrado um ano antes.
  • Petrobras (PETR4): A companhia comunicou que a BR Distribuidora solicitou o término antecipado do contrato de fornecimento de óleo combustível que vigorava desde abril de 2017 e era avaliado em R$ 4,16 bilhões.
  • Taesa (TAEE11): A companhia informou que André Augusto Telles Moreira foi eleito para o cargo de Diretor Presidente do Conselho de Administração, enquanto Erik da Costa Breyer assumirá o cargo de Diretor Financeiro e de Relações com Investidores e Fábio Antunes Fernandes será o novo Diretor de Negócios e Gestão de Participações.
  • Taurus Armas (TASA4): O Conselho de Administração da companhia aprovou um aumento de capital no valor de R$ 2,8 milhões, mediante a emissão de 566,48 mil novas ações preferenciais.
  • Vale (VALE3): O Cade aprovou sem restrições a venda da Biopalma, empresa produtora e comercializadora de óleo de palma, da companhia, para a Brasil Bio Fuels (BBF).

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, jornal Valor Econômico, jornais diversos e relatórios de terceiros.

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.
Mostrar mais

Cadastre-se e receba nossos relatórios