28 set

Abertura dos Mercados – 28 – Setembro – 2020

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 3.335,12 +1,46% | Bovespa: 98.170 +1,15% | Petróleo WTI: 40,50 +0,62% | USD/BRL: 5.541,50 -0,39%

Os mercados financeiros globais operam em alta nesta manhã de segunda feira, após uma semana mais negativa nas bolsas do mundo. Na Ásia as bolsas fecharam sem tendência definida, com o índice japonês Nikkei subindo 1,32% e o índice de Shanghai fechando em queda de 0,06%. Na Europa as bolsas operam no azul, com o DAX alemão, o CAC francês e o FTSE de Londres subindo, respectivamente, 3,01%, 2,41% e 1,76%. Nos Estados Unidos o índice futuro S&P aponta para abertura em alta de 1,46%. No cenário doméstico a FGV divulgou que a confiança da indústria no Brasil registrou a quinta alta mensal consecutiva em setembro, alcançando o maior nível em mais de sete anos diante do otimismo dos empresários com a situação atual e as perspectivas futuras do setor. O Boletim semanal Focus divulgado pela manhã trouxe aumento na projeção da inflação de 2020 pela sétima semana consecutiva e agora os analistas esperam que o índice encerre o ano em alta de 2,05%. Para o PIB os analistas esperam uma contração de 5,04%.

Empresas e Setores

  • AES Tietê (TIET11): A companhia esclareceu que a operação aprovada pelo Cade se refere à 1ª fase do Complexo Eólico Cajuína, localizado no Estado do Rio Grande do Norte e com 1,1 mil megawatts (MW) de capacidade.
  • Azul (AZUL4): A companhia recebeu as autorizações necessárias para inaugurar as operações em todo o mundo do primeiro jato cargueiro E-195 da Embraer.
  • BR Distribuidora (BRDT3): A companhia realizará o pagamento de dividendos adicionais no valor de R$ 0,46 por ação.
  • CCR (CCRO3): A companhia divulgou que o tráfego na semana entre os dias 18 a 24 de setembro aumentou 2,8% na comparação com o mesmo período do ano anterior.
  • Cemig (CMIG4): A companhia informou que o Banco Clássico, por meio do fundo FIA Dinâmica Energia, adquiriu 16,07% de participação no total de ações.
  • Crédito: Segundo dados divulgados pelo Banco Central o estoque total de crédito no Brasil no mês de agosto passou a 51,9% do Produto Interno Bruto (PIB), somando R$ 3,73 trilhões, alta de 1,9% na comparação mensal, Na mesma base de comparação a inadimplência no segmento de recursos livres caiu para 3,3%, ante 3,5%, enquanto o spread bancário no mesmo segmento foi a 22,3 pontos percentuais, ante 23,0 pontos em julho.
  • Energisa (ENGI11): A companhia anunciou que o consumo total de energia nas suas áreas de concessão cresceu 1,2% no mês de agosto.
  • Hypera Pharma (HYPE3): Segundo noticiário a companhia fechou acordo visando a venda para a União Química da marca Xantion pelo valor de R$ 95 milhões.
  • Indústria: Segundo dados divulgados pela FGV o Índice de Confiança da Indústria brasileira (ICI) somou 106,7 pontos no mês de setembro, alta de 8,0 pontos na comparação mensal e o maior nível desde janeiro de 2013.
  • Invepar (IVPR3): A agência de classificação de risco Standard & Poor’s alterou o rating da companhia de “CCC” para “CCC-“, atribuindo perspectiva negativa.
  • Linx (LINX3): A companhia informou que o Morgan Stanley elevou sua participação acionária na companhia para 5,0%.
  • Localiza (RENT3): A agência de classificação de risco Fitch reafirmou o rating da companhia em “BB” com perspectiva negativa, limitada pela avaliação do Brasil.
  • Petrobras (PETR4): Segundo noticiário a francesa Total fechou acordo para transferir à Petrobras sua participação em cinco blocos exploratórios em Foz do Amazonas.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, jornal Valor Econômico, jornais diversos e relatórios de terceiros.

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.

25 set

Abertura dos Mercados – 25 – Setembro – 2020

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 3.230,12 -0,23% | Bovespa: 96.405 -0,56% | Petróleo WTI: 39,92 -0,97% | USD/BRL: 5.555,50 +0,82%

Os mercados financeiros globais operam majoritariamente em queda nesta manhã de sexta-feira, em dia de agenda fraca de indicadores pelo mundo. Na Ásia as bolsas fecharam sem tendência definida, com o Nikkei japonês subindo 0,51% e o índice de Shanghai em queda de 0,12% apresentado a maior queda semanal desde meados de julho uma vez que o ressurgimento dos casos de Covid-19 no mundo levantou preocupações sobre o ritmo da recuperação econômica. Na Europa as bolsas operam no vermelho, com o DAX alemão, o CAC francês e o FTSE de Londres em quedas de respectivamente 1,48%, 1,26% e 0,12% e, nos Estados Unidos, o índice futuro S&P aponta para abertura em baixa de 0,23%. Na agenda externa destaque nos Estados Unidos para as encomendas de bens duráveis e para dados da Baker Hugues sobre poços e plataformas. No Brasil, a Fipe divulgou a inflação medida pelo IPC que subiu 1,07% na terceira quadrissemana de setembro, acelerando marginalmente em relação à alta de 1,05% observada na segunda quadrissemana do mês. A agenda de indicadores doméstica é vazia sem grandes destaques.

Empresas e Setores

  • BR Distribuidora (BRDT3): A companhia obteve aprovação do Cade para uma parceria no setor de distribuição de gás natural liquefeito (GNL) com a Golar Power.
  • CSU Cardsystem (CARD3): A companhia realizará o pagamento de R$ 3 milhões em juros sobre o capital próprio, correspondendo ao valor de R$ 0,07 por ação.
  • Gerdau (GGBR4): Segundo noticiário a companhia irá reservar 50% das vagas de seu programa de trainee para mulheres.
  • Light (LIGT3): A companhia informou elegeu Reynaldo Passanezi para o cargo de membro do Conselho de Administração.
  • Magazine Luiza (MGLU3): O Ministério Público do trabalho (MPT) rejeitou denúncias de racismo contra a varejista por programa de trainee para negros.
  • Melnick (MELK3): A companhia, subsidiária da Even (EVEN3), precificou sua oferta inicial de ações (IPO) em R$ 8,50 por ação, levantando R$ 713,58 milhões com a operação.
  • Rede D’Or: Segundo noticiário a rede de hospitais planeja realizar uma oferta pública inicial de ações (IPO).
  • Romi (ROMI3): O Conselho de Administração da companhia aprovou o pagamento de juros sobre capital próprio no montante bruto de R$ 50,28 milhões, correspondendo ao valor de R$ 0,80 por ação.
  • Santos Brasil (STBP3): A companhia aprovou preço de R$ 4,10 por ação em sua oferta restrita, ampliando o capital em cerca de R$ 790 milhões.
  • Tenda (TEND3): O Conselho de Administração da companhia aprovou o pagamento de dividendos intercalares no montante de R$ 13,7 milhões, correspondendo ao valor bruto de R$ 0,13 por ação.
  • Vulcabras Azaleia (VULC3): A companhia anunciou o licenciamento da marca Azaleia à Grendene (GRND3) para produção e venda de calçados femininos nos próximos 3 anos.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, jornal Valor Econômico, jornais diversos e relatórios de terceiros.

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.

23 set

Abertura dos Mercados – 23 – Setembro – 2020

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 3.305,62 +0,19% | Bovespa: 97.205 +0,21% | Petróleo WTI: 39,88 +0,20% | USD/BRL: 5.503,00 +0,58%

Os mercados financeiros globais operam em tom otimista nesta manhã de quarta-feira. Na Ásia as bolsas fecharam majoritariamente em alta, seguindo o tom positivo de Wall Street após comentários encorajadores de autoridades norte-americanas ontem. Na China o índice de Shanghai fechou subindo 0,17% e no Japão o Nikkei caiu 0,06%. Na Europa as bolsas operam no azul, com o DAX alemão, o CAC francês e o FTSE de Londres subindo respectivamente 1,24%, 1,41% e 2,06% e, nos Estados Unidos, o índice futuro S&P aponta para abertura em alta de 0,19% em dia de agenda cheia. No cenário externo teremos a divulgação de índices de atividade (PMI) do Reino Unido, Alemanha, Zona do Euro e dos Estados Unidos, além de falas de Jerome Powell (Fed) e dos presidentes do BoJ, Haruhiko Kuroda, e do BCE, Christine Lagarde. No Brasil, após ontem a ata da última reunião do Copom confirmar a intenção do Banco Central de manter a taxa Selic estável em 2%, hoje o destaque fica por conta da divulgação do IPCA-15 de setembro, para a prévia do IPC-S e os dados semanais do fluxo cambial. Agora pela manhã a FGV divulgou que confiança do consumidor no país apresentou recuperação pelo quinto mês consecutivo em setembro, mantendo sua trajetória de crescimento gradual, mas ainda abaixo de níveis pré-pandemia.

Empresas e Setores

  • Azul (AZUL4): A companhia informou que a Capital Research Global Investors elevou sua participação acionária para 5,1%.
  • Cemig (CMIG4): O Conselho de Administração da companhia aprovou o pagamento de juros sobre o capital próprio no montante de R$ 120 milhões, correspondendo ao valor bruto por ação de R$ 0,07.
  • Consumo: Segundo dados divulgados pela FGV, o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) brasileiro no mês de setembro atingiu 83,4 pontos, alta mensal de 3,2 pontos.
  • Dimed (PNVL3): A companhia informou que o Governo de Singapura elevou sua participação acionária para 5,05%.
  • Gol (GOLL4): A companhia informou que a BlackRock reduziu a sua participação acionária para 4,94%.
  • JBS (JBSS3): A companhia realizou o lançamento do programa Juntos pela Amazônia, que prevê a criação de um fundo de R$ 1 bilhão para investimentos no desenvolvimento sustentável do bioma, com aportes da companhia podendo atingir até metade desse total em até dez anos.
  • Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3): As companhias celebraram um acordo de intenção de combinação de negócios, bem como a devida incorporação das ações da Unidas pela Localiza na proporção de aproximadamente 0,44 ação ordinária de emissão da Localiza em substituição a cada papel ordinário de emissão da Unidas, detidos até a data do acordo.
  • Marfrig (MRFG3): A agência de classificação de risco Fitch elevou o rating da companhia de “BB-” para “BB” e a nota de crédito de “AA ” para “AA+”.
  • WEG (WEGE3): O Conselho de Administração da companhia aprovou o pagamento de juros sobre o capital próprio no montante de R$ 72,31 milhões, correspondendo ao valor de R$ 0,03 por ação.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, jornal Valor Econômico, jornais diversos e relatórios de terceiros.

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.

22 set

Abertura dos Mercados – 22 – Setembro – 2020

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 3.277,62 +0,08% | Bovespa: 97.000 +0,04% | Petróleo WTI: 39,86 +0,81% | USD/BRL: 5.411,50 -0,06%

Os mercados financeiros globais operam em alta nesta manhã de terça-feira, com os mercados se recuperando após um dia pressionados pela aversão ao risco em razão de preocupações com a chance de novas medidas restritivas diante do aumento de casos de Covid-19, principalmente na Europa. Na Ásia as bolsas fecharam em queda, no Japão o índice Nikkei se encontra fechado devido feriado do Equinócio de Outono e na China o índice de Shanghai fechou em baixa de 1,29%, influenciado pelo aumento de casos globais de coronavírus. Na Europa as bolsas operam no azul, com o DAX alemão, o CAC francês e o FTSE de Londres subindo respectivamente 1,04%, 0,53% e 0,32% e nos Estados Unidos o índice futuro S&P aponta para abertura em alta de 0,08%. Na agenda externa do dia destaque para a divulgação nos Estados Unidos das vendas de casas usadas e depoimento de Jerome Powell, presidente do Fed. No cenário doméstico o Ibovespa voltou aos níveis de julho influenciado pelos mercados globais. Na agenda interna do dia destaque para ata da reunião do Copom.

Empresas e Setores

  • Agronegócio: Segundo noticiário, a companhia de agroquímicos Adama construirá uma nova fábrica de fungicidas no Estado do Rio Grande do Sul, estimando os investimentos na unidade em R$ 150 milhões até 2021.
  • B2W (BTOW3): A companhia homologou aumento de capital no valor de R$ 4 bilhões, com emissão de 34,78 milhões de ações ordinárias ao preço de R$ 115,00.
  • B3 (B3SA3): O Conselho de Administração da companhia aprovou o pagamento de juros sobre o capital próprio e dividendos nos respectivos valores de R$ 0,12 e R$ 0,64 por ação.
  • Banco do Brasil (BBAS3): André Brandão assume hoje a presidência do banco, após a confirmação da renúncia de Rubem Novaes.
  • Correios: O Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu determinar o fim da greve dos funcionários da empresa e o retorno ao trabalho a partir de hoje.
  • Cury (CURY3): A companhia informou que a Brasil Capital Gestão de Recursos aumentou sua participação acionária para 5,50%.
  • EDP: A agência de classificação de risco Fitch afirmou o rating de longo prazo da companhia como “AAA (bra)”, com perspectiva estável.
  • Enauta (ENAT3): A companhia comunicou que Décio Oddone foi eleito para o cargo de diretor-presidente, substituindo Lincoln Guardado.
  • EzTec (EZTC3): A companhia anunciou o lançamento do Gran Maia, empreendimento de médio padrão e valor geral de venda (VGV) de R$ 205 milhões na cidade de Guarulhos, região metropolitana do Estado de São Paulo.
  • Minerva (BEEF3): A companhia realizou a emissão de 61,6 milhões de novas ações ordinárias, com liquidação de R$ 395,5 milhões bônus de subscrição.
  • Natura (NTCO3): A companhia foi eleita como a empresa mais inovadora do mercado brasileiro, segundo a nova edição do Prêmio Valor Inovação Brasil, levantamento desenvolvido pela PwC e pelo jornal Valor Econômico.
  • Petrobras (PETR4): A companhia irá promover uma nova rodada de ofertas vinculantes pela Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), no Estado do Paraná, após receber duas propostas com valores próximos. A companhia anunciou a conclusão de uma oferta de recompra de títulos globais efetuada por sua subsidiária Petrobras Global Finance no montante total de cerca de US$ 3,97 bilhões.
  • Plano & Plano (PLPL3): A companhia informou que a Truxt Investimentos passou a deter 12,19% de participação no total de ações ordinárias.
  • Sanepar (SAPR11): A companhia estendeu por mais 90 dias a isenção da tarifa para pessoas cadastradas na tarifa social.
  • Totvs (TOTS3): A companhia comunicou que foi informada que os conselheiros independentes da Linx não irão firmar o protocolo de incorporação com a empresa, por entenderem que assinatura feriria o acordo celebrado com a Stone.
  • Wilson Sons (WSON33): A companhia propôs o pagamento de dividendos no montante de US$ 23,62 milhões, correspondendo ao calor de US$ 0,33 por BDR.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, jornal Valor Econômico, jornais diversos e relatórios de terceiros.

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.

21 set

Abertura dos Mercados – 21 – Setembro – 2020

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 3.250,62 -1,98% | Bovespa: 96.715 -1,42% | Petróleo WTI: 40,22 -2,66% | USD/BRL: 5.487,00 +1,74%

Os mercados financeiros globais operam em queda nesta manhã de segunda-feira, início de uma semana cheia de indicadores macroeconômicos. No cenário externo as bolsas caem, reflexo de suspeitas de uma segunda onda da Covid na Europa e nos Estados Unidos: a França bateu recorde em novos casos e o Reino Unido teve a maior alta desde maio enquanto os Estados Unidos registraram a maior alta em duas semanas. Na Europa as bolsas caem forte, com o DAX alemão, o CAC francês e o FTSE de Londres operando em baixas de, respectivamente, 3,29%, 3,20% e 3,45% e, nos Estados Unidos, o índice futuro S&P aponta para abertura em queda de 1,98%. Na agenda da semana no cenário externo destaque para as falas dos presidentes do Fed, BCE e Boj que serão os destaques da semana, embora Powell já tenha informado o que o mercado mais aguardava: que o Fed sozinho não faz milagre e que o Congresso precisará agir. No Brasil, tivemos hoje a divulgação do Boletim Focus com novamente melhora nas expectativas para a economia no ano: para 2020 os analistas esperam que o PIB caia 5,05% frente queda de 5,11% esperado na semana anterior. Na agenda doméstica destaque para a proposta nova para o Renda Brasil, vencimento e opções na Bovespa, ata da reunião do Copom e Relatório Trimestral de Inflação.

Empresas e Setores

  • CCR (CCRO3): A companhia registrou um movimento 3,3% maior nas rodovias sobre a sua administração entre os dias 11 e 17 de setembro, em comparação com o mesmo período de 2019.
  • CSN (CSNA3): Segundo noticiário o Conselho de Administração da companhia aprovou o novo plano de negócios da controlada CSN Mineração (CMIN), tendo em vista projetos de expansão para exploração completa do potencial de suas reservas e recursos, incluindo a realização de uma oferta inicial de ações (IPO).
  • Energias do Brasil (ENBR3): O Conselho de Administração da companhia, controlada pela portuguesa EDP, aprovou o pagamento de dividendos no montante de R$ 117 milhões, correspondendo ao valor bruto por ação de R$ 0,19.
  • Fras-Le (FRAS3): A companhia registrou receita líquida de R$ R$ 139,6 milhões no mês de agosto, alta de 5,2% na comparação com o mesmo mês de 2019.
  • Grupo Mateus: A companhia, que opera supermercados e lojas de atacado, definiu a faixa de preço entre R$ 8,97 e R$ 11,66 para cada ação de sua oferta pública inicial (IPO), que poderá movimentar até R$ 6,25 bilhões.
  • Indústria: A FGV divulgou que a prévia do Índice de Confiança da Indústria (ICI) brasileira no mês de setembro atingiu 105,9 pontos, valor que se confirmado representa uma alta de 7,2 pontos na comparação mensal no maior patamar para o indicador desde janeiro de 2013.
  • JSL Logística (JSLG3): A companhia realizará o pagamento no montante de R$ 77,4 milhões aos detentores de debêntures de sua 10ª emissão, emitidas em março de 2017, correspondendo aos valores por debênture de R$ 5,488 sob a forma de juros e R$ 214,48 sob a forma de amortização da operação.
  • Petrobras (PETR4): A companhia realizou o lançamento do programa Biorefino 2030, programa que visa preparar suas atividades de refino de gás natural para o mercado de baixo carbono, com projetos para a produção de uma nova geração de combustíveis mais modernos e sustentáveis que os atuais.
  • Ser Educacional (SEER3): A companhia informou que sua subsidiária CENESUP adquiriu a Faculdade de Juazeiro do Norte, no Estado do Ceará, pelo valor de R$ 24 milhões.
  • Vulcabras Azaleia (VULC3): A companhia fechou acordo com a Alpargatas para a compra da unidade de negócio relativa à operação da marca ‘Mizuno’ no Brasil pelo valor de R$ 32,5 milhões.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, jornal Valor Econômico, jornais diversos e relatórios de terceiros.

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.

18 set

Abertura dos Mercados – 18 – Setembro – 2020

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 3.361,38 +0,31% | Bovespa: 99.770 -0,42% | Petróleo WTI: 40,98 +0,02% | USD/BRL: 5.266,00 +0,48%

Os mercados financeiros globais operam majoritariamente no vermelho nesta manhã de sexta-feira, com temores renovados em relação à Covid-19. Na Ásia as bolsas fecharam no azul, com o Nikkei japonês subindo 0,18% e o índice de Shanghai fechando em alta de 2,07%, liderados pelo setor financeiro diante de expectativas de novas medidas de suporte para impulsionar a economia, enquanto o Iuan forte também ajudou a atrair fluxo estrangeiro. No Japão, os preços ao consumidor caíram em agosto no ritmo mais forte em 4 anos, pressionado principalmente pelos descontos patrocinados pelo governo para viagens domésticas com o objetivo de sustentar o setor de turismo. Na Europa as bolsas operam sem tendência definida, com o DAX alemão em alta de 0,15%, enquanto o CAC francês e o FTSE de Londres caem, respectivamente, 0,51% e 0,36%. Nos Estados Unidos o índice futuro S&P aponta para abertura com perda de 0,31%. Na Rússia, o BC local manteve a taxa básica de juros em 4,25% suspendendo o ciclo de afrouxamento monetário em meio a elevados riscos de novas sanções contra o país, mas indicou que um corte ainda é possível neste ano. No Brasil, a FGV divulgou que o IGP-M passou a subir 4,57% na segunda prévia de setembro, de uma alta de 2,34% no mesmo período do mês anterior.

Empresas e Setores

  • Ânima Educação (ANIM3): A companhia realizou o cancelamento de 3,5 milhões de ações mantidas em tesouraria, representando 3,15% do total de emissão própria.
  • B3 (B3SA3): A companhia informou que a quantidade de investidores no mercado acionário no mês de agosto atingiu o número de 2,9 milhões, alta de 4,7% em relação ao mês de julho.
  • BR Properties (BRPR3): A companhia realizará uma nova emissão de debêntures simples, no valor total de R$ 250 milhões.
  • Copasa (CSMG3): O Conselho de Administração da companhia aprovou o pagamento de juros sobre capital próprio no valor de R$ 0,493 por ação.
  • Cury (CURY3): A companhia, controlada pela Cyrela, precificou ação em R$ 9,35 no âmbito de sua oferta inicial de ações (IPO), abaixo da faixa indicativa, estimada entre R$ 11 a R$ 14,30 e captando R$ 977,5 milhões com a operação.
  • Enauta (ENAT3): A companhia informou que Lincoln Rumenos Guardado deixará o cargo de diretor-presidente da empresa.
  • Eneva (ENEV3): A companhia concluiu o bookbuilding com o qual estabeleceu o preço da emissão de sua nova emissão de debêntures no valor total de R$ 947,9 milhões e com vencimentos em 2030 e 2035.
  • Hapvida (HAPV3): A companhia concluiu a aquisição de duas entidades de saúde na região Centro-Oeste do país, sendo elas a Plamheg, empresa de plano de assistência saúde localizada e o Hospital Nossa Senhora Aparecida, ambos em Goiás.
  • Hermes Pardini (PARD3): A companhia informou que a gestora Dynamo reduziu para 4,89% a participação no total de ações.
  • Lojas Renner (LREN3): A companhia realizará o pagamento de juros sobre capital próprio no valor de R$ 0,08 por ação.
  • Magazine Luiza (MGLU3): A companhia informou que irá inaugurar no mês de outubro seu primeiro centro de distribuição no Estado do Rio de Janeiro, com o objetivo de atender todo o Rio de Janeiro e parte de Minas Gerais e Espírito Santo. O Conselho de Administração da companhia autorizou a continuidade do processo de desdobramento de ações, na proporção de 1 antiga para 4 novas.
  • Neoenergia (NEOE3): A controlada da companhia, Neoenergia Renováveis, firmou contrato com a PEC Energia para comprar projetos “pipeline” de geração de energia eólica, com potencial a ser instalado de aproximadamente 400 MW, na Serra da Gameleira, no Estado da Bahia.
  • Petrobras (PETR4): A companhia informou a realização da maior operação de regaseificação de gás natural liquefeito (GNL) em uma unidade flutuante (FSRU), feita no terminal da Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, onde foram processados 30 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia. A companhia iniciou a etapa de divulgação (teaser) referente a venda da totalidade de suas ações na unidade de fertilizantes Araucária Nitrogenados, localizada no Estado do Paraná.
  • PetroRio (PRIO3): A companhia suspendeu esforços para emissão de notas representativas de dívida da subsidiária Petro Rio Lux.
  • Raia Drogasil (RADL3): O Conselho de Administração da companhia aprovou o pagamento de juros sobre capital próprio no valor de R$ 0,03 por ação.
  • Tecnisa (TCSA3): O Conselho de Administração da companhia autorizou uma nova emissão de debêntures, no valor total de até R$ 100 milhões.
  • Telefônica Brasil (VIVT4): A companhia realizará o pagamento de juros sobre capital próprio no montante de R$ 552,5 milhões, correspondendo ao valor de R$ 0,36 por ação ordinária e R$ 0,39 por ação preferencial.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, Jornal Valor Econômico e relatórios de terceiros

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.

17 set

Abertura dos Mercados – 17 – Setembro – 2020

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 3.320,88 -1,73% | Bovespa: 98.765 -0,93% | Petróleo WTI: 39,87 -0,72% | USD/BRL: 5.271,50 +0,59%

Os mercados financeiros globais operam em queda nesta manhã de quinta-feira. Na Ásia as bolsas fecharam em baixa, com o índice japonês Nikkei caindo 0,67% e o Shanghai Composite encerrando o dia em queda de 0,41%, com as empresas de saúde e de consumo chinesas liderando as perdas em meio à pressão de venda após uma onda de novas listagens, enquanto a fraqueza nas empresas de suinocultura pressionou as ações agrícolas. Na Europa as bolsas operam no vermelho, com o DAX alemão, o CAC francês e o FTSE de Londres caindo, respectivamente, 0,99%, 1,03% e 0,38%, enquanto nos Estados Unidos o índice futuro S&P aponta para abertura em queda de 1,73%. Na Zona do Euro os preços ao consumidor caíram em agosto e o núcleo da inflação que exclui elementos voláteis desacelerou com força também. No exterior na agenda do dia o BC inglês divulga sua decisão de política monetária e nos Estados Unidos saem o auxílio-desemprego e as construções de moradias iniciadas em agosto. No Brasil ontem o Banco Central manteve a Selic em sua mínima histórica de 2% ao ano após nove cortes consecutivos, conforme esperado pelo mercado, e, num comunicado sem grandes novidades quanto à política monetária, reconheceu que a inflação deve acelerar no curto prazo. Na agenda do dia destaque para a prévia do IPC-Fipe.

Empresas e Setores

  • Amazon: A companhia anunciou o lançamento do Luxury Stores, plataforma com produtos de luxo disponível no aplicativo da companhia no mercado americano para membros “Prime” elegíveis.
  • BRF (BRFS3): A companhia precificou em US$ 500 milhões os seus títulos de dívida externa (senior notes), com validade até setembro de 2050 e remuneradas à taxa de 5,75% ao ano.
  • Carrefour Brasil (CRFB3): A superintendência-geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a aquisição pelo Brasil de 30 lojas e 14 postos de combustíveis operados pelo Makro.
  • Cemig (CMIG3): A agência de classificação de risco Moody´s elevou o rating da companhia de “B1” para “Ba3”, mantendo a perspectiva da nota positiva.
  • Copel (CPLE6): O Conselho de Administração da companhia autorizou a publicação de edital do leilão de desinvestimento de sua unidade de telecomunicações, Copel Telecomunicações, agendado para 9 de novembro e com preço mínimo de venda de R$ 1,4 bilhão para o “equity value”.
  • Eletrobras (ELET3): A agência de classificação de risco Moody´s elevou o rating da companhia para “Ba2”, alterando a perspectiva da nota de positiva para estável.
  • Itaú Unibanco (ITUB4): O banco informou que o número de acionistas cresceu 108% em comparação com dezembro de 2019, atingindo a marca de 500 mil investidores.
  • Light (LIGT3): Segundo noticiário a companhia considera a realização de uma oferta subsequente de ações que poderá levantar cerca de R$ 1,5 bilhão.
  • NotreDame Intermédica (GNDI3): O Conselho de Administração da companhia aprovou aumento de capital no valor de R$ 120,22 milhões, atingindo capital social de R$ 5,64 bilhões.
  • São Carlos (SCAR3): A companhia efetivou a captação de financiamento no volume de R$ 150 milhões, através de emissão de Cédula de Crédito Bancário.
  • Ser Educacional (SEER3): A companhia informou que a Oceana Investimentos diminuiu a participação acionária para 4,56%.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, Jornal Valor Econômico e relatórios de terceiros

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.

16 set

Abertura dos Mercados – 16 – Setembro – 2020

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 3.409,88 +0,44% | Bovespa: 100.605 +0,18% | Petróleo WTI: 39,30 +2,66% | USD/BRL: 5.265,50 -0,23%

Os mercados financeiros globais operam sem tendência definida nesta manhã de quarta-feira, em dia de anúncios relevantes na política monetária global. Na Ásia as bolsas fecharam sem tendência única, com o Nikkei em alta de 0,09% e o Shanghai em queda de 0,36%. No Japão, foi divulgado que as exportações caíram 14,8% em agosto (melhor que julho e que o previsto) e as importações recuaram 20,8% com um superávit acima do esperado. Na Europa, o DAX alemão avança 0,04%, enquanto o CAC francês e o FTSE de Londres operam em quedas de respectivamente 0,33% e 0,41%. Nos Estados Unidos o índice futuro S&P aponta para abertura em alta de 0,44%. Na agenda do dia destaque para a divulgação da decisão de política monetária pelo Fed e entrevista de Jerome Powell em que os investidores esperam mais detalhes sobre a flexibilização das metas de inflação. Além disso, nos Estados Unidos teremos a divulgação das vendas do varejo, o índice de confiança das construtoras e os estoques de petróleo. No Brasil, hoje o Comitê de Política Monetária divulga sua decisão ao final do dia e o mercado aguarda pistas do Banco Central em relação ao futuro. Pela manhã a FGV divulgou que o IGP-10 subiu 4,34% em setembro, com os preços do atacado pressionando o índice influenciado pela alta nas commodities.

Empresas e Setores

  • B3 (B3SA3): Segundo noticiário a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) aceitou acordo por meio do qual a companhia aceitou pagar R$ 7 milhões para encerrar um processo no qual a operadora de infraestrutura de mercado era investigada por não coibir concentração nos mercados de derivativos e empréstimos.
  • CPFL (CPFE3): A companhia anunciou que suas ADRs (American Depositary Receipt) negociadas na NYSE (Bolsa de Nova York) foram canceladas.
  • CVC Brasil (CVCB3): A companhia destitui o diretor Ricardo Pinheiro Paixão.
  • Dasa (DASA3): A companhia comunicou que sua controlada Ímpar Serviços Hospitalares fechou contrato para a aquisição do controle da Nossa Senhora do Carmo Participações, prestadora de serviços médicos, ambulatoriais, hospitalares, clínicos e cirúrgicos no Estado do Rio de Janeiro.
  • iFood: A companhia anunciou a aquisição do SiteMercado, que faz intermediação de vendas online de mercados e mercearias.
  • Klabin (KLBN11): O conselho de administração da companhia aprovou a convocação de assembleia geral extraordinária para 30 de outubro com o objetivo de decidir sobre a incorporação da Sogemar.
  • Log Commercial Properties (LOGG3): A companhia celebrou contratos de promessa de compra e venda com o fundo imobiliário LogCP Inter, do Banco Inter, para a venda de participação minoritária em cinco galpões logísticos que totalizam um ABL (Área Bruta Locável) de 48,4 mil metros quadrados pelo valor de R$ 146 milhões.
  • Lojas Renner (LREN3): A companhia atingiu a pontuação mais alta entre as 96 empresas integrantes do índice ESG da B3 e do S&P Dow Jones, lançado na semana passada.
  • Minerva (BEEF3): O Conselho de Administração da companhia aprovou um aumento de capital no valor de R$ 395,5 milhões, através da emissão de 61,60 milhões de novas ações.
  • Plano & Plano (PLPL3): O Conselho de Administração da construtora, controlada pela Cyrela, aprovou o preço de ação a R$ 9,40, no âmbito de sua oferta inicial de ações (IPO), valor inferior ao apresentado em agosto, cuja estimativa era de R$ 11,75 a R$ 15,25 por ação.
  • Raia Drogasil (RADL3): O Conselho de Administração da companhia aprovou o desdobramento de uma ação ordinária em cinco.
  • Unidas (LCAM3): A companhia anunciou o pagamento de juros sobre o capital próprio no montante bruto total de R$ 46,83 milhões, equivalentes a R$ 0,09 por ação.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, jornal Valor Econômico, jornais diversos e relatórios de terceiros.

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.