Notícias

categorias

23 maio

Abertura dos Mercados – 23 – Maio – 2017

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 2.396,00 — +0,14% Bovespa: 62.105 -0,12% — Petróleo WTI: 51,03 -0,20% — USD/BRL: 3.276,00 -0,02%

No cenário local a tensão política segue no radar dos investidores. Segundo noticiário as informações contidas na delação da JBS não serão consideradas nos autos do julgamento da chapa Dilma-Temer, marcado para o dia 6 de Junho pelo TSE. Antes do escândalo desencadeado pela delação, a expectativa era a de que o tribunal votasse pela permanência de Temer no cargo e a expectativa agora é que o tribunal decida por destituir o presidente. O STF só vai decidir sobre a continuidade do inquérito contra Temer depois de concluída a perícia oficial no áudio da conversa comprometedora gravada pelo empresário Joesley Batista. A exposição dos crimes delatados pelos irmãos Batista durante o fim de semana resultou ontem no pior dia da história das ações da JBS: desde quarta-feira os papéis do frigorífico caíram 37% e as agências de classificação de risco Moody’s e a Fitch cortaram os ratings da companhia. Além disso, está crescendo a ideologia nas redes sociais de boicote a companhia. Nos mercados externos ações em alta na maioria das praças, apesar do ataque ocorrido na Inglaterra na noite de ontem, com 19 mortos e 60 feridos na cidade de Manchester. Na Europa, o DAX alemão sobe 0,44% e o FTSE londrino opera em ligeira queda de 0,05%. Nos Estados Unidos o mercado aguarda hoje o anúncio de Trump relativo ao plano de orçamento para 2018, com expectativa de cortes em impostos e em programas assistenciais. Por lá, o índice futuro S&P aponta para abertura em alta de 0,14%.

Empresas e Setores

  • B3 (BVMF3): A companhia informou que realizará o pagamento de Juros Sobre o Capital Próprio aos seus acionistas na proporção de R$ 0,06 por ação.
  • BR Malls (BRML3): O Conselho de Administração da companhia aprovou o preço de R$ 11,00 por ação na sua Oferta Pública Primária, na qual foram subscritas 157 milhões de ações ordinárias.
  • Cemig (CMIG3): A companhia informou que suspendeu a emissão de US$ 1 bilhão em títulos, em função do agravamento da crise política que o país atravessa.
  • Cyrela (CYRE3): Segundo noticiário a companhia iá investir cerca de R$ 130 milhões para a reconstrução da área danificada do condomínio Grand Parc Residencial Resort, localizado na cidade de Vitória, no Espírito Santo, e que havia desabado em Julho de 2016.
  • Eletrobras (ELET3): A companhia anunciou que lançou ontem seu plano de aposentadoria extraordinária, para o qual são elegíveis cerca de 4,6 mil funcionários. A companhia informou também que contratou o Banco BTG Pactual para a prestação de serviços de consultoria ao seu programa de venda de ativos.
  • JBS (JBSS3): As agências de classificação de risco Moody’s e Fitch rebaixaram os ratings da companhia e de suas subsidiárias de “Ba1” para “Ba2” e de “BB+” para “BB”, respectivamente.
  • Metalúrgica Gerdau (GOAU4): A companhia confirmou o envio do edital revisado de sua Oferta Pública de Aquisição (OPA) de ações, que visa a compra de até 88 milhões de ações ordinárias de sua controlada, a Gerdau S.A.
  • Petrobras (PETR4): A companhia anunciou o início da etapa de divulgação da venda de 100% do Campo de Juruá, localizado na Bacia de Solimões, no Estado do Amazonas.
  • Vale (VALE5): A companhia comunicou que Fabio Schvartsman assumiu na manhã de ontem o cargo de diretor-presidente da empresa, em substituição a Murilo Ferreira.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, Jornal Valor Econômico e relatórios de terceiros

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.

 

Mostrar mais

Cadastre-se e receba nossos relatórios