Notícias

categorias

25 abr

Abertura dos Mercados – 25 – Abril – 2017

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 2.376,75 +0,28% — Bovespa: 64.970 -0,67% — Petróleo WTI: 49,05 -0,39% — USD/BRL: 3.163,50 +0,97%

Os mercados acionários globais operam em campo positivo nessa manhã de terça-feira, ainda com sentimento otimista depois do primeiro turno das eleições francesas. Na Ásia o Nikkei fechou em alta de 1,08% e Shanghai fechou subindo 0,16% e na Europa o DAX alemão e o FTSE de Londres operam ambos em leve alta de 0,21%. Nos Estados Unidos o índice futuro S&P aponta para abertura em alta de 0,28% e por lá o governo se prepara para divulgar a estrutura do seu plano tributário que visa reduzir a taxa de imposto de renda aplicada aos lucros de empresas. No mercado local, as negociações relativas às reformas da previdência e trabalhista continuam e ontem lideranças do PSB optaram por retirar o apoio às reformas mostrando que o partido caminha para se colocar na oposição ao governo Michel temer. Ontem o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) reforçou que a votação da reforma trabalhista acontecerá essa semana no plenário e que será concluída até o meio da tarde desta quinta-feira. No cenário corporativo destaque de ontem foi o leilão de transmissão de energia que resultou em deságio de 36,5% em relação às receitas máximas estabelecidas pela ANEEL e deverão gerar R$ 12,7 bilhões em investimentos.

Economia

  • Brasil: Segundo dados divulgados pelo Tesouro Nacional, a dívida pública Federal no mês de Março somou R$ 3,23 trilhões, alta de 3,17% ante o registrado no mês de Fevereiro.

 Agenda

  • 11h00 – Estados Unidos: O Conference Board divulga o Índice de Confiança do Consumidor no mês de Abril.
  • 11h00 – Estados Unidos: Serão divulgadas as vendas de casas novas (New Home Sales) do mês de Março.

Empresas e Setores

  • Atacado: Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores (Abad) o segmento de atacado no Brasil atingiu faturamento de R$ 250,5 bilhões em 2016, valor que representa um aumento de 6,9% ante o registrado em 2015.
  • Halliburton: A companhia reportou prejuízo de US$ 32 milhões no primeiro trimestre deste ano, 98,6% abaixo do resultado registrado em igual período de 2016.
  • Kimberly Clark: A companhia encerrou o primeiro trimestre deste ano com lucro líquido de US$ 563 milhões, alta de 3% ante o registrado em igual trimestre de 2016.
  • Kroton (KROT3): A companhia registrou no 1º trimestre doa no um crescimento de 10% na quantidade de captação de alunos em cursos presenciais, atingindo 112,2 mil inscritos.
  • Natura (NATU3): Segundo noticiário a companhia está na disputa para comprar The Body Shop, franquia de produtos de beleza da L’Oreal.
  • Nextel: Segundo noticiário Francisco Valim deixou o comando da companhia no Brasil.
  • Siderurgia: Segundo dados divulgados pela Worldsteel Association a produção global por aço bruto no mês de Março atingiu 145 milhões de toneladas, 4,6% acima do registrado em Março de 2016. Segundo a Associação, a produção de aço no Brasil atingiu 2,9 milhões de toneladas no mês de Março, alta de 13,7% na comparação com o reportado em igual período de 2016.
  • Tyson Foods: Segundo noticiário a companhia anunciou a compra da Advance Pierre Foods por US$ 4,2 bilhões.
  • Weg (WEGE3): Segundo comunicado a companhia informou que pretende entrar no mercado indiano de energia eólica e pretende fabricar aerogeradores na unidade fabril de Hosur.

 Empresas que divulgam resultado

  • Engie Brasil Energia (EGIE3)
  • Fibria (FIBR3)
  • Lojas Renner (LREN3)

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, Jornal Valor Econômico e relatórios de terceiros

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.
Mostrar mais

Cadastre-se e receba nossos relatórios