Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 3.439,88 +0,36% | Bovespa: 102.970 +0,51% | Petróleo WTI: 43,00 +0,89% | USD/BRL: 5.570,00 -0,77%

Os mercados financeiros globais operam em alta nesta manhã de terça-feira, com o sentimento geral favorecido pelo clima entre Estados Unidos e China, que afirmaram estarem comprometidos com a Fase 1 do acordo comercial, além de algum otimismo em torno do desenvolvimento de uma vacina para Covid-19. Nos Estados Unidos, o índice futuro S&P aponta para abertura em alta de 0,36% e na Europa as bolsas operam no azul, com o DAX alemão, o CAC francês e o FTSE de Londres subindo respectivamente 0,76%, 1,13 % e 0,08%. No Brasil, problemas políticos e burocrática fizeram ontem o Governo adiar o lançamento do Pró-Brasil, programa que foi alto de desentendimentos entre a ala liberal e o grupo desenvolvimentista do governo desde o início de sua concepção. Para hoje, o presidente Jair Bolsonaro deverá anunciar apenas o Casa Verde Amarela, novo formato do Programa Minha Casa, Minha Vida, que é considerado um dos projetos prioritários para gerar empregos. Na agenda macroeconômica destaque para a divulgação do IPCA-15 de agosto.

Empresas e Setores

  • Aliansce Sonae (ALSO3): A companhia anunciou a reabertura do Franca Shopping, no interior de São Paulo, passando a operar com 100% dos 27 shoppings sob sua administração.
  • Banco do Brasil (BBAS3): O Banco Central aprovou a parceria entre o BB Investimentos, subsidiária do banco, e o UBS, com sede na Suíça, para atuação em atividades de banco de investimentos e de corretora de títulos e valores mobiliários no segmento institucional.
  • Construção Civil: Segundo noticiário a incorporadora CFL Inc Par, com sede no estado do Rio Grande do Sul, pediu registro para uma oferta inicial de ações (IPO).
  • Grazziotin (CGRA4): A companhia informou que a Justiça acatou o pedido para a exclusão do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da base de cálculo do PIS e da COFINS, de forma que a empresa receberá um montante de R$ 64 milhões.
  • Helbor (HBOR3): A companhia informou que irá leiloar no próximo dia 26 de agosto 4 mil ações remanescentes de grupamento de ações realizado em 10 de julho.
  • Imóveis: Segundo dados divulgados pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), os lançamentos de imóveis residenciais no Brasil somaram 16,65 mil unidades no segundo trimestre deste ano, queda de 60,9% na comparação anual.
  • Metalfrio (FRIO3): A companhia, que atua na venda de refrigeração comercial, registrou um prejuízo de R$ 12,6 milhões no segundo trimestre deste ano, revertendo lucro líquido de R$ 16,7 milhões reportado no mesmo período do ano passado.
  • Petrobras (PETR4): A companhia iniciou o processo para venda da totalidade de suas participações em um conjunto de 26 concessões de campos de produção terrestres e de águas rasas que formam o Polo Potiguar, no estado do Rio Grande do Norte.
  • Rumo (RAIL3): A companhia precificou sua oferta de ações em R$ 21,75 a ação, o que resultou em aumento de capital de R$ 6,4 bilhões.
  • Ser Educacional (SEER3): A companhia encerrou o segundo trimestre do ano com lucro líquido de R$ 54,7 milhões, queda de 7,3% frente ao registrado no mesmo período de 2019.
  • Vale (VALE3): A companhia informou que está instalando um sistema de armazenamento de energia em bateria no terminal de minério de ferro da Ilha Guaíba (TIG), no Rio de Janeiro, em projeto que visa reduzir em cerca de 20% o custo do porto com energia. A Previ, fundo de previdência de funcionários da Caixa, diminuiu a participação acionária na companhia de 5,03% para 4,98%.
  • Veículos: Segundo dados divulgados pela Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras (Anef), os empréstimos concedidos para aquisição de veículos no Brasil no primeiro semestre deste ano somaram R$ 63,7 bilhões, queda de 11,9% ante mesma etapa de 2019.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, jornal Valor Econômico, jornais diversos e relatórios de terceiros.

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.