Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 3.401,88 +0,88% | Bovespa: 101.050 +0,89% | Petróleo WTI: 379,4 +0,62% | USD/BRL: 5.241,00 -0,60%

Os mercados financeiros globais operam em alta nesta manhã de terça-feira. No cenário externo após o relatório da Opep frustrar com estimativas de demanda mais fraca do petróleo, hoje é a vez de a AIE divulgar os dados mensais. Nos Estados Unidos o índice futuro S&P aponta para abertura em alta de 0,88% e hoje os destaques na véspera da reunião do Fed são o índice de atividade industrial Empire State de NY e a produção industrial. Na Europa as bolsas operam no azul, com o DAX alemão, o CAC francês e o FTSE de Londres subindo, respectivamente, 0,30%, 0,48% e 1,10%. No Brasil a agenda de indicadores macroeconômicos é vazia. O ministro da economia, Paulo Guedes, faz palestra sobre “Reformas e o futuro da economia no pós-pandemia”, enquanto o Copom realiza o primeiro dia de sua reunião, que deverá manter a Selic estável em 2% amanhã ao final do dia.

Empresas e Setores

  • Banco Inter (BIDI11): O Conselho de Administração do banco aprovou a nomeação de Marcelo Castro Domingos da Silva como diretor de investimento.
  • Bradesco (BBDC4): O banco anunciou a criação do BITZ Serviços Financeiros, nova empresa do grupo, que ingressa no mercado brasileiro de carteiras digitais e contas de pagamento.
  • JBS (JBSS3): A companhia informou que irá antecipar o resgate de todo o saldo remanescente de US$ 450 milhões, referentes a títulos privados de dívida (notas sêniores) que venceriam em 2024 e são remunerados por uma taxa de 5,87% ao ano, permitindo a economia anual de US$ 26,4 milhões em juros.
  • JSL (JSL3): A companhia informou que, em conclusão à reorganização societária do grupo, os titulares de ações ordinárias da companhia receberão, em substituição a cada ação ordinária, uma ação da Simpar (SIMH3), que passará a ser negociada na B3 a partir do próximo dia deste mês.
  • Minerva (BEEF3): A companhia informou está avaliando uma possível combinação de negócios com sua subsidiária Athenas Foods, pretendendo ser titular de 75% do capital da Athenas e receber cerca de US$ 200 milhões em dinheiro.
  • Petrobras (PETR4): A companhia revisou o portfólio de seu segmento de exploração e produção (E&P) devido à crise provocada pela pandemia global de coronavírus e agora estima investimentos de aproximadamente US$ 40 bilhões a US$ 50 bilhões de dólares entre 2021 e 2025, ante US$ 64 bilhões em seu plano 2020-2024.
  • Rumo Logística (RAIL3): A companhia informou que antecipará o pagamento de R$ 5,1 bilhões referentes a parcelas de outorgas que venceriam até 2038.
  • Santos Brasil (STBP3): A companhia informou que está preparando uma oferta de 192,68 milhões de ações.
  • Taesa (TAEE11): A companhia informou ao mercado que irá pagar R$ 304 milhões aos detentores de debêntures da quarta emissão da companhia.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, jornal Valor Econômico, jornais diversos e relatórios de terceiros.

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.