Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 3.147,88 -0,76% | Bovespa: 98.230 -1,08% | Petróleo WTI: 40,30 -0,81% | USD/BRL: 5.377,50 +0,23%

Os mercados financeiros globais operam em queda nesta manhã de terça-feira, após um intenso ciclo global de ganhos na sessão anterior. Na Ásia as bolsas fecharam sem direção única, com o Nikkei japonês em queda de 0,44% e o índice de Shanghai em alta de 0,37%. No exterior tivemos a divulgação no Japão de indicadores antecedentes dentro das expectativas, superando os resultados anteriores, enquanto na Alemanha, a produção industrial cresceu abaixo das expectativas. Nos Estados Unidos o índice futuro do S&P aponta para abertura em queda de 0,76% e na Europa as bolsas operam no vermelho, com o DAX alemão, o CAC francês e o FTSE de Londres caindo respectivamente 1,47%, 1,19% e 1,65%. Na agenda do dia destaque para a divulgação dos dados de emprego Jolts nos Estados Unidos. No Brasil o presidente Jair Bolsonaro sancionou a conversão em lei da medida provisória 936, que permite a redução de salários e jornada de trabalho durante a pandemia de Covid-19, mas vetou o trecho aprovado pelo Congresso que prorrogou até o final de 2021 a desoneração da folha de pagamentos. A prorrogação do benefício, que vigora até o final deste ano, havia sido incluída pelos parlamentares ao votar a MP, que cria o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda. Na agenda do dia não há dados previstos no Brasil.

Empresas e Setores

  • Avianca Brasil: A companhia, atualmente Oceanair Linhas Aéreas, apresentou seu pedido de falência à Justiça, com uma dívida estimada em R$ 2,7 bilhões.
  • Azul (AZUL4): A companhia pretende aumentar o número de voos em agosto para 303 decolagens diárias nos dias de maior demanda, representando aproximadamente 35% da capacidade da empresa antes do início da pandemia de Covid-19. Segundo noticiário a companhia realizou a demissão de cerca de mil funcionários, principalmente de tripulantes de voos, aproximadamente 7% do total da força de trabalho da empresa.
  • BR Malls (BRML3): A companhia anunciou a retomada da operação do Plaza Shopping Niterói, localizado no estado do Rio de Janeiro.
  • CCR (CCRO3): A companhia informou que sua controlada CCR ViaCosteira assumiu a concessão de 220,4 quilômetros da BR-101, localizada no estado de Santa Catarina, marcando o início das operações da companhia no estado.
  • Cogna (COGN3): A companhia anunciou a realização do protocolo público para registro da oferta pública inicial (IPO) de ações classe A da sua subsidiária Vasta Platform Limited, junto à Securities and Exchange Commission (SEC) nos Estados Unidos.
  • Crédito: A caderneta de poupança encerrou o primeiro semestre com captação líquida recorde de R$ 84,43 bilhões, após os ingressos em junho terem somado R$ 20,53 bilhões de reais.
  • Indústria: Segundo dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI) o faturamento do setor industrial brasileiro no mês de maio registrou crescimento de 11,4% na comparação mensal.
  • JHSF (JHSF3): A companhia anunciou a suspensão temporária, por tempo indeterminado, das atividades do Catarina Fashion Outlet. O Conselho de Administração da companhia aprovou a realização de uma oferta pública de distribuição primária e secundária de 41 milhões de novas ações ordinárias, podendo acrescentar até 8,4% do total de ações inicialmente ofertado.
  • Log-In (LOGN3): A companhia anunciou que Marcio Arany ocupará o cargo de diretor presidente da empresa.
  • Magazine Luiza (MGLU3): A companhia anunciou que Robson Dantas, criador da startup de emissões de cartões pré-pagos Vale Presente, passou a assumir a área de fintechs da empresa. A companhia realizará a distribuição de R$ 152,6 milhões em dividendos, valor correspondente a 17,38% do lucro líquido em exercício.
  • Maquinário: Segundo dados divulgados pela Anfavea as vendas de máquinas agrícolas e tratores no Brasil somaram 19,6 mil unidades no primeiro semestre deste ano, queda de 1,3% na comparação com o mesmo período do ano passado.
  • Petrobras (PETR4): A companhia iniciou a fase não vinculante referente à venda de sua participação em cinco sociedades de geração de energia elétrica: Brasympe Energia (Brasympe), Energética Suape II (Suape II), Termoelétrica Potiguar (TEP), Companhia Energética Manauara (CEM) e Brentech Energia S.A. (Brentech).
  • Profarma (PFRM3): A companhia anunciou a contratação de bancos para coordenar potencial oferta primária de ações de seu braço de varejo d1000, dona das redes Drogasmil, Farmalife, Drogarias Tamoio e Drogaria Rosário, com total de 300 lojas distribuídas entre 5 estados.
  • Renova Energia (RNEW11): Segundo noticiário a companhia protocolou dois novos planos de recuperação judicial, sendo um referente às Sociedades do Projeto Alto Sertão III, vinculadas ao BNDES, e um segundo plano contemplando a companhia e as demais sociedades em recuperação judicial do Grupo Renova.
  • Smiles (SMLE3): O Conselho de Administração da companhia aprovou operação para aquisição R$ 1,2 bilhão em créditos da Gol Linhas Aéreas para utilização futura na aquisição de passagens da companhia aérea e a concessão à Smiles de benefícios e condições comerciais.
  • Triunfo (TPIS3): A companhia informou que o tráfego de veículos em suas rodovias somou 2,59 milhões de veículos equivalentes pagantes na semana de 26 de junho a 02 de julho, queda de 6,2% na comparação com o registrado no mesmo período de 2019. Na mesma base de comparação o tráfego aéreo registrou a média de 19 aeronaves por dia e um total de 9,68 mil passageiros, respectivas quedas de 74,9% e 67,1%.
  • Unipar (UNIP3): A companhia informou que a gestora Verde Asset reduziu sua participação na acionária para 4,99%.
  • Vale (VALE3): A companhia precificou a oferta de bonds de sua subsidiária integral Vale Overseas Limited de US$ 1,5 bilhões, com vencimento em julho de 2030 juros anuais de 3,750%.
  • Veículos: Segundo dados divulgados pela Anfavea a produção brasileira de veículos no mês de junho atingiu a marca de 98,7 mil carros, comerciais leves, caminhões e ônibus, volume 129,1% acima do produzido no mês de maio e 57,7% abaixo da produção registrada no mesmo mês de 2019. As vendas de veículos no mês de junho somaram 132,8 mil unidades, alta mensal de 113,6% e queda de 40,5% na comparação anual.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, jornal Valor Econômico, jornais diversos e relatórios de terceiros.

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.