22 ago

Abertura dos Mercados – 22 – Agosto – 2017

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 2.435,25 +0,30% — Bovespa: 70.465 +1,28% — Petróleo WTI: 47,56 +0,06% — USD/BRL: 3.165,50 -0,18%

Os mercados acionários externos operam com viés positivo nesta manhã de terça-feira, seguindo a tendência de alta dos preços das commodities e com os investidores voltando suas expectativas para os discursos de Janet Yellen e Mario Draghi na conferência anual de Jackson Hole. Na Ásia, o Nikkei japonês encerrou o dia com uma ligeira perda de 0,05% e o índice de Shanghai fechou em queda de 0,42% e na Europa, o DAX alemão opera com ganhos de 0,98%, o FTSE londrino avança 0,71% e o CAC francês sobe 0,67%. Nos Estados Unidos, o índice futuro S&P aponta para uma abertura com uma valorização de 0,30% em dia sem grandes acontecimentos na agenda de eventos do país. No Brasil, repercute no front corporativo a declaração feita pelo Ministério de Minas e Energia sobre a proposta de desestatização da Eletrobras, através da redução da participação da União no capital da companhia, em operação que deverá render cerca de R$ 20 bilhões para os cofres públicos. Em resposta ao anúncio, as ADRs da companhia se valorizaram cerca de 20% no aftermarket da Bolsa de Nova York. Em Brasília, deputados e Senadores se reúnem para analisar 11 projetos de liberação de créditos especiais a ministérios e 16 vetos presidenciais e é esperado ainda que a Comissão Mista do Congresso leve à votação a medida Provisória que trata da criação de uma nova taxa de juros do BNDES, a TLP.

Empresas e Setores

  • Banco Original: A agência de classificação de risco Moody’s anunciou a retirada da cobertura de ratings do banco.
  • BB Seguridade (BBSE3): A companhia informou que a gestora Lazard Asset Management LLC reduziu para menos de 5% sua participação acionária no capital da empresa.
  • BHP Billiton: A companhia reportou lucro líquido de US$ 5,8 bilhões no ano fiscal encerrado em 30 de Junho deste ano, revertendo um prejuízo de US$ 6,3 bilhões registrado no ano anterior.
  • Cemig (CMIG4): Segundo noticiário o Tribunal Regional Federal da 1° Região concedeu liminar que suspende o leilão de quatro usinas hidrelétricas da companhia que tiveram a concessão retomada pelo Governo Federal.
  • Construção Civil: Segundo dados divulgados pela Abrainc, os lançamentos imobiliários no Brasil no mês de Junho somaram 9,2 mil unidades, queda de 9,9% frente o registrado em igual mês de 2016. Em igual base de comparação, as vendas de imóveis em Junho atingiram 10,2 mil unidades, leve retração de 0,4%.
  • Cyrela (CYRE3): A companhia informou que a gestora Capital Research reduziu para menos de 5% sua participação acionária no capital da empresa.
  • Dufry (DAGB11): A companhia informou que o grupo HNA, da China, elevou para 20,9% a participação em seu total de ações.
  • Gerdau (GGBR4): A agência de classificação de risco Moody’s afirmou o rating em escala global da companhia em “Ba3”, alterando a perspectiva da nota de negativa para estável.
  • Multiplan (MULT3): A agência de classificação de risco Fitch afirmou o rating nacional de longo prazo em ‘AAA(bra)’, mantendo a perspectiva da nota estável.
  • Oi (OIBR4): A companhia informou que o banco Goldman Sachs atingiu participação de 10,26% em seu total de ações preferenciais.
  • Petrobras (PETR4): A Justiça Federal de Sergipe concedeu liminar suspendendo, em caráter temporário, a operação de venda de 50% da TermoBahia para a francesa Total.
  • Valid (VLID3): A companhia informou que concluiu a aquisição de 5,39% das ações da irlandesa Cubic Telecom Limited, pelo valor de € 10 milhões.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, jornal Valor Econômico, jornais diversos e relatórios de terceiros.

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.

18 ago

Abertura dos Mercados – 18 – Agosto – 2017

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 2.431,00 +0,06% — Bovespa: 69.195 +0,43% — Petróleo WTI: 47,13 +0,08% — USD/BRL: 3.174,50 -0,31%

Os mercados financeiros globais operam sem tendência definida neste último pregão da semana. As praças europeias ontem fecharam antes do atentado em Barcelona que matou 14 pessoas e hoje reagem ao terror do Estado Islâmico: o DAX cai 0,30%, o FTSE de Londres opera em baixa de 0,20% e o CAC francês cai 0,95%. Nos Estados Unidos o índice futuro S&P aponta para abertura em alta de 0,06% e, por lá, a agenda de indicadores do dia é fraca com apenas a divulgação preliminar do sentimento do consumidor de Agosto da Universidade de Michigan. No cenário local, temos as 43ª e 44ª fases da Operação Lava-Jato hoje sendo deflagradas no Rio de Janeiro em São Paulo e segundo noticiário o ex-deputado petista Cândido Vaccarezza teve a prisão temporária decretada. Também na política, o mercado segue monitorando a articulação do governo para a votação das novas metas fiscais, que servirá como teste para outras votações como a reforma da previdência. No front macroeconômico, tivemos a divulgação da 2ª prévia do IGP-M de Agosto, com alta de 0,03% e acelerando a leitura anterior de -0,71%.

Empresas e Setores

  • Alibaba: A companhia registrou lucro líquido de US$ 2,1 bilhões no trimestre fiscal encerrado em 30 de Junho deste ano, alta de 94,5% na comparação com o resultado obtido em igual intervalo do ano passado.
  • BRF (BRFS3): A companhia comunicou que passou a deter 91,7% das ações da Banvit.
  • Caixa Econômica: O banco anunciou que destinará R$ 1 bilhão em recursos para o segmento de varejo no Brasil, por meio de um convênio firmado com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).
  • Cteep (TRPL4): A agência de classificação de risco Fitch afirmou o rating nacional de longo prazo da companhia em “AAA(bra)”, com perspectiva estável.
  • Estácio (ESTC3): Segundo noticiário a gestora Advent passou a deter participação de 8,6% do capital social da companhia.
  • Inbrands: A companhia informou que Nelson Alvarenga Filho renunciou ao cargo de presidente da empresa, sendo substituído por Paulo José Marques Soares.
  • Infraero: Segundo noticiário a venda das participações minoritárias da companhia nos aeroportos concedidos de Brasília, Guarulhos, Confins e Galeão poderá render até R$ 8 bilhões à companhia.
  • Latam Airlines: A companhia registrou prejuízo de US$ 138 milhões no segundo trimestre deste ano, perda 50% maior do que a registrada em igual período de 2016.
  • Lojas Americanas (LAME4): A companhia informou que seus acionistas aprovaram a migração da empresa para o segmento especial de listagem Nível 1 da B3.
  • São Martinho (SMTO3): A agência de classificação de risco S&P atribuiu à companhia o rating “BrAAA” em escala nacional e manteve em “BB+” o rating em escala global, ambos com a perspectiva estável.
  • Siderurgia: Segundo dados do Instituto Aço Brasil (IABr) a produção nacional de aço bruto no mês de Julho somou 2,8 milhões de toneladas, alta de 0,5% na comparação com a produção do mês de Junho.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, jornal Valor Econômico, jornais diversos e relatórios de terceiros.

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.

17 ago

Abertura dos Mercados – 17 – Agosto – 2017

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 2.462,00 -0,22% — Bovespa: 69.295 -0,32% — Petróleo WTI: 46,62 -0,34% — USD/BRL: 3.171,00 +0,25%

Os mercados financeiros globais operam em queda nesta manhã de quinta-feira. Nos Estados Unidos o índice futuro S&P aponta para abertura em queda de 0,22% e na Europa, o DAX alemão cai 0,20% e o FTSE de Londres opera em queda de 0,16%. Na Ásia tivemos o Nikkei fechando em queda de 0,14% e Shanghai fechou em alta de 0,68%. Na agenda internacional os destaques do dia são a ata do BCE e a produção industrial nos Estados Unidos. No cenário local, agenda calma em Brasília. Após a aprovação da nova meta fiscal o próximo assunto relevante em discussão é a TLP, a nova taxa de remuneração dos empréstimos do BNDES. A votação da PEC reforma política, que deveria ter acontecido ontem, foi adiada para a próxima semana. Com o adiamento da votação, há uma possibilidade de as novas regras para as próximas eleições não serem aprovadas pelo Congresso a tempo para as eleições de Outubro de 2018, uma vez que precisariam passar pelas duas Casas até um ano antes do pleito. No front macro, tivemos a divulgação pelo Banco Central do IBC-Br de Junho, com alta de 0,5% na comparação mensal, resultado melhor que a estimativa do mercado e que sinaliza um PIB do 2º trimestre no campo positivo. Segundo economistas a maior surpresa foi o comércio, o varejo ampliado subiu 1,70% no 2º trimestre com a ajuda dos saques do FGTS que estimularam o consumo.

Empresas e Setores

  • BRF (BRFS3): A agência de classificação de risco S&P colocou o rating global da companhia, atualmente em “BBB”, em observação para um possível rebaixamento.
  • Carlsberg: A companhia reportou lucro líquido de US$ 363,9 milhões no primeiro semestre deste ano, alta de 23,0% frente o resultado registrado no mesmo intervalo de 2016.
  • Decolar.com: A companhia registrou lucro líquido de US$ 18 milhões no primeiro semestre deste ano, revertendo o prejuízo de US$ 556 mil apurado em igual período de 2016.
  • Eletrobras (ELET6): A Aneel determinou que a companhia devolva R$ 2,9 bilhões à Conta de Consumo de Combustíveis (CCC), em função de repasses considerados indevidos feito pela estatal à sua subsidiária Amazonas Energia.
  • Iguatemi (IGTA3): A agência de classificação de risco S&P elevou o rating de crédito corporativo em escala nacional da companhia de “brAA+” para “brAAA”.
  • Itaú Unibanco (ITUB4): O Conselho Administrativo de Defesa Econômico (Cade) aprovou com restrições a operação de compra dos negócios de varejo do Citibank pelo banco, que fica proibido por 30 meses de comprar outras instituições financeiras.
  • Movida (MOVI3): Segundo noticiário a companhia fechou acordo para a compra da Fleet Services, empresa de locação de veículos de alto padrão para empresas, por R$ 22 milhões.
  • Petrobras (PETR4): A companhia concluiu a captação de R$ 4,9 bilhões através de uma nova emissão de debêntures.
  • Vale (VALE3): A companhia fechou acordo em conjunto com a African Rainbow Minerals (ARM) para a venda de 80% da mina de cobre Lubambe, na Zâmbia, para o fundo EMR Capital por US$ 97,1 milhões.
  • Votorantim: O grupo reportou lucro líquido de R$ 554 milhões no segundo trimestre deste ano, resultado 73,7% acima do lucro registrado em igual trimestre de 2016.
  • Walmart: A companhia registrou lucro líquido de US$ 2,9 bilhões no trimestre fiscal encerrado em 30 de Junho deste ano, queda de 23,2% frente o resultado reportado em igual período de 2016.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, jornal Valor Econômico, jornais diversos e relatórios de terceiros.

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.

 

16 ago

Abertura dos Mercados – 16 – Agosto – 2017

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 2.468,50 +0,19% — Bovespa: 69.675 +0,28% — Petróleo WTI: 47,55 +0,00% — USD/BRL: 3.178,50 -0,06%

Os mercados externos seguem a tendência positiva dos últimos dias e as bolsas mundiais sobem. Nos Estados Unidos, o índice futuro S&P tem alta de 0,19%. Na Europa, o DAX alemão tem ganhos de 0,88%, o FTSE inglês tem elevação de 0,60% e o CAC francês sobe 1,09%. Na Ásia, o Nikkei encerrou o dia caindo 0,10% e o índice de Shanghai terminou o dia com desvalorização de 0,15%. No Brasil, hoje a comissão mista que analisa a MP 777, que cria a nova Taxa de Longo Prazo (TLP), se reúne para ser lido o parecer favorável do relator, mas o prazo para sua votação está apertado pois deve ser votada até 6 de Setembro, caso contrário perderá sua validade. O Governo está dando sinais de que lutará com força para sua aprovação. Outra notícia importante foi a manutenção do rating do país pela S&P. O anúncio da revisão da meta do déficit fiscal para R$ 159 bilhões para 2017 e 2018 era amplamente esperado e veio com outras medidas de elevação de receitas, mas principalmente focadas em corte de despesas fazendo, portanto, a agência de risco alterar na nota de crédito brasileiro a observação negativa para estável.

Empresas e Setores

  • BNDES: O banco de desenvolvimento informou que seus desembolsos de Janeiro a Julho deste ano somaram R$ 40,2 bilhões, queda de 17,0% na comparação com o mesmo período de 2016.
  • Braskem (BRKM5): A companhia registrou lucro líquido consolidado de R$ 1,1 bilhão no segundo trimestre deste ano, resultado 315,8% acima do lucro reportado no mesmo trimestre do ano passado.
  • Cambuci (CAMB4): A companhia reportou prejuízo de R$ 5,9 milhões no segundo trimestre de 2017, elevando em 76% a perda registrada no mesmo trimestre do ano passado.
  • Copel (CPLE6): A agência de classificação de risco Fitch Ratings revisou os ratings nacionais de longo prazo da companhia e de suas subsidiárias de ‘AA+(bra)’ para ‘AA-(bra)’, mantendo estável a perspectiva das notas.
  • Magazine Luiza (MGLU3): A companhia comunicou que seu Conselho de Administração aprovou o desdobramento da totalidade de suas ações ordinárias na proporção de uma para oito ações de mesma espécie.
  • Petrobras (PETR4): A companhia informou que sua produção média de petróleo no Brasil no mês de Julho atingiu 2,1 milhões de barris por dia (bpd), queda de 3,3% ante o volume reportado no mês anterior.
  • Serviços: Segundo dados divulgados pelo IBGE o volume do setor de serviços do Brasil no mês de Junho cresceu 1,3% com relação ao mês de Maio e recuou 3,0% na comparação com o mesmo mês de 2016.
  • Setor Farmacêutico: Segundo dados divulgados pela Sindusfarma as vendas da indústria farmacêutica do Brasil no mês de Julho registraram queda de 0,2% na comparação com o registrado no mês anterior e alta de 7,4% ante o reportado em igual mês de 2016.
  • Smart Fit: Segundo noticiário a rede de academias de ginástica entrou com um pedido de registro de companhia aberta na CVM.
  • Varejo: Segundo o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA), a receita de vendas do comércio varejista do país no mês de Julho se manteve estável com relação ao registrado em igual mês de 2016, quebrando uma série negativa de 23 meses consecutivos.
  • Vulcabras Azaleia (VULC3): A companhia registrou lucro líquido de R$ 51,6 milhões no segundo trimestre deste ano, ante um lucro de R$ 200 mil reportado em igual período de 2016.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, jornal Valor Econômico, jornais diversos e relatórios de terceiros.

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.

 

15 ago

Abertura dos Mercados – 15 – Agosto – 2017

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 2.469,00 +0,22% — Bovespa: 68.550 +0,21% — Petróleo WTI: 47,30 -0,61% — USD/BRL: 3.211,50 +0,32%

O viés nos mercados externos segue positivo. No front internacional, os destaques são os dados do PIB do segundo trimestre da Alemanha e do índice de inflação (CPI) de Julho no Reino Unido, além das preocupações sobre a troca de farpas entre Estados Unidos e Coreia do Norte. Nos Estados Unidos, o índice futuro S&P tem alta de 0,22%. Na Europa, o DAX alemão tem ganhos de 0,36%, o FTSE inglês tem elevação de 0,39% e o CAC francês sobe 0,52%. Na Ásia, o Nikkei encerrou o dia subindo 1,17% e o índice de Shanghai terminou o dia com valorização de 0,47%. No Brasil, o foco das manchetes fica por conta das negociações em Brasília. O Governo, para não perder a batalha da TLP, deve convocar aliados para tentar vencer as tentativas da oposição de barrar a tramitação da MP. A fala de ontem do presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro, de que caso a proposta não vá adiante “não será o fim do mundo” não pegou bem e contou até com um discurso a favor da medida feito por Ilan, presidente do BC, ao receber o prêmio de economista do ano. Na questão fiscal, as negociações são intensas e a equipe econômica parece estar perdendo a disputa. O adiamento para o anúncio da nova meta mostra que existem pressões políticas de congressistas por uma meta bem superior ao que Temer aprovaria, de R$ 159 bilhões, além da falta de espaço para elevação de impostos. A equipe de Meirelles mostra a necessidade de elevação da arrecadação via impostos, mas o presidente Temer não aceita, dessa forma a equipe econômica se debruça em contas para buscar novas metas para 2017 e 2018 que sejam críveis, não corram o risco de terem se ser alteradas novamente e ao mesmo tempo não passem uma mensagem de descontrole das contas públicas.

Empresas e Setores

  • BR Malls (BRML3): A companhia encerrou o segundo trimestre deste ano com prejuízo de R$ 217,2 milhões, revertendo o resultado positivo de R$ 152,7 milhões reportado no mesmo intervalo de 2016.
  • CCR (CCRO3): A companhia registrou lucro líquido atribuído a seus sócios controladores de R$ 667,1 milhões no segundo trimestre deste ano, 357,9% acima do resultado obtido no mesmo trimestre de 2016.
  • Celesc (CLSC6): A companhia encerrou o segundo trimestre de 2017 com prejuízo de R$ 99,4 milhões, resultado 43,8% menor que a perda registrada no mesmo período do ano anterior.
  • Citibank Brasil: O banco registrou lucro líquido de R$ 481,6 milhões no primeiro semestre deste ano, alta de 33,1% na comparação com o resultado reportado em igual intervalo de 2016.
  • Hermes Pardini (PARD3): A companhia divulgou que seu lucro líquido no segundo trimestre somou R$ 31,6 milhões alta de 3,0% ante o lucro obtido em igual período de 2016.
  • Inbrands: A companhia registrou prejuízo de R$ 28,6 milhões no segundo trimestre de 2017, reduzindo em 34,4% o resultado negativo reportado no mesmo período de 2016.
  • Invepar (IVPR3): A companhia registrou prejuízo atribuído aos seus sócios controladores de R$ 62,2 milhões no segundo trimestre de 2017, reduzindo em 79,0% o resultado negativo registrado no mesmo trimestre de 2016.
  • JBS (JBSS3): A companhia obteve lucro líquido de R$ 309,8 milhões no segundo trimestre deste ano, queda de 79,8% na comparação com o resultado registrado em igual trimestre de 2016.
  • Latam Airlines: A companhia informou que seu tráfego de passageiros-quilômetros transportados (RPK) no mês de Julho subiu 1,7% frente o registrado em igual mês de 2016. A taxa de ocupação dos voos da companhia em Julho atingiu 86,1%, 0,2 ponto percentual acima do reportado em igual mês do ano passado.
  • Light (LIGT3): Segundo noticiário a companhia prepara para este segundo semestre a emissão de debêntures de infraestrutura no valor de até R$ 500 milhões, além da negociação de um financiamento junto ao BNDES de cerca de R$ 600 milhões.
  • Netshoes: A companhia reportou prejuízo de R$ 35,2 milhões no segundo trimestre deste ano, alta de 4,8% na comparação com o resultado registrado em igual intervalo de 2016.
  • PDG (PDGR3): A companhia reportou prejuízo de R$ 532 milhões no segundo trimestre deste ano, queda de 28,1% frente o prejuízo registrado em igual intervalo do ano passado.
  • Sabesp (SBSP3): A companhia informou que seu lucro líquido no segundo trimestre deste ano somou R$ 331,8 milhões, queda de 58,0% frente o lucro obtido em igual trimestre de 2016.
  • São Martinho (SMTO3): A companhia encerrou o segundo trimestre deste ano com lucro líquido de R$ 116,9 milhões, resultado quase três vezes maior do que o obtido em igual trimestre de 2016.
  • Saraiva (SLED4): A companhia informou que obteve prejuízo de R$ 16,6 milhões no segundo trimestre de 2017, ampliando em 10,0% o prejuízo registrado no mesmo trimestre do ano anterior.
  • Somos Educação (SEDU3): A companhia registrou prejuízo de R$ 72,2 milhões no segundo trimestre, ampliando em 10,0% o resultado negativo obtido em igual trimestre de 2016.
  • Varejo: Segundo dados divulgados pelo IBGE o volume de vendas do setor varejista do país no mês de Junho registrou alta de 1,2% na comparação com o registrado no mês anterior e de 3,0% frente o reportado em igual mês de 2016.
  • Volkswagen: A companhia anunciou que irá fazer investimentos de cerca de R$ 2,6 bilhões para a modernização de sua fábrica localizada em São Bernardo do Campo, no estrado de São Paulo.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, jornal Valor Econômico, jornais diversos e relatórios de terceiros.

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.

14 ago

Abertura dos Mercados – 14 – Agosto – 2017

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 2.453,00 +0,53% — Bovespa: 67.475 +0,97% — Petróleo WTI: 48,48 -0,70% — USD/BRL: 3.215,00 +0,29%

Os mercados iniciam a semana com tom positivo e as bolsas sobem ao redor do mundo. O índice futuro do S&P tem alta de 0,53%. Na Europa, o DAX alemão tem ganhos de 1,14%, o FTSE inglês tem elevação de 0,54% e o CAC francês sobe 0,96%. Na Ásia, o Nikkei encerrou o dia caindo 0,98% e o índice de Shanghai terminou o dia com valorização de 0,88%. A agenda de indicadores e dados econômicos externos é vasta essa semana, que vão desde indicadores de atividade na China, Estados Unidos e Zona do Euro, até a divulgação das atas do FED e do BCE. No Brasil, os jornais antecipam que ontem em uma reunião entre a cúpula do Governo, equipe econômica e os presidentes da Câmara e do Senado, foi fechado o número de R$ 159,5 bilhões para o novo déficit fiscal para 2017 e para 2018, mesmo número de 2016. Junto ao aumento da meta, deve ser proposto um pacote de medidas que incluem o congelamento do reajuste dos servidores de 2018 para 2019 e possíveis outros cortes de custo. O anúncio é esperado para hoje. No âmbito corporativo, o Jornal Valor Econômico destaca que a Vale obteve adesão de 84% dos acionistas preferencialistas e pode acarretar uma aceleração na migração para o Novo Mercado da B3. A temporada de balanços segue aquecida e Sabesp, CCR, Qualicorp, PDG, Even e São Martinho, são algumas das empresas que divulgarão seus números trimestrais hoje.

Empresas e Setores

  • Avianca Holdings: A companhia informou que seu tráfego de passageiros no mês de Julho registrou um crescimento de 8,2% na comparação com o registrado em igual mês de 2016. Em igual base de comparação, a taxa de ocupação da companhia atingiu 86,1% no mês de Julho, alta de 1 ponto percentual.
  • Azul (AZUL4): A companhia registrou prejuízo de R$ 33,9 milhões no segundo trimestre de 2017, resultado 71,8% menor que a perda apurada em igual intervalo do ano passado.
  • B3 (BVMF3): A companhia reportou lucro líquido contábil de R$ 163,3 milhões no segundo trimestre deste ano, revertendo o prejuízo de R$ 114,1 milhões registrado em igual período de 2016.
  • BNDESPar: A companhia registrou lucro líquido de R$ 8,5 milhões no segundo trimestre deste ano, revertendo o prejuízo de R$ 1,2 bilhão contabilizado em igual trimestre de 2016.
  • Bradespar (BRAP4): A companhia registrou prejuízo de R$ 116,8 milhões no segundo trimestre deste ano, revertendo o lucro líquido de R$ 181,5 milhões registrado em igual trimestre de 2016.
  • Cemig (CMIG3): A companhia informou que obteve lucro líquido de R$ 137,9 milhões no segundo trimestre deste ano, resultado 31,7% inferior ao lucro reportado em igual intervalo de 2016.
  • Construção Civil: Segundo dados divulgados pela consultoria Tendências, o Índice de Atividade da Construção Imobiliária (IACI) no mês de Julho registrou queda de 1,3% frente o reportado no mês anterior e de 21,7% na comparação com igual mês de 2016.
  • Dasa (DASA3): A companhia encerrou o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 4,5 milhões, queda de 78,7% em comparação ao resultado reportado em igual trimestre de 2016.
  • Eletrobras (ELET6): A companhia informou que buscará a adesão de funcionários a planos de desligamentos voluntários para obter economias anuais de cerca de R$ 1,5 bilhão, valor que representa aproximadamente 35% de sua folha atual.
  • Fibria (FIBR3): A companhia anunciou que irá elevar em US$ 30, a partir do mês de Setembro, o preço de sua celulose comercializada em todos os mercados.
  • Kroton (KROT3): A companhia informou que fechou parceria com a BV Financeira para a oferta de Financiamento Estudantil Privado (FEP) aos seus alunos de graduação.
  • Rodovias: Segundo dados da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR) o fluxo total de veículos nas rodovias brasileiras concedidas à iniciativa privada no mês de Julho avançou 0,1% ante o registrado no mês de Junho e 2,4% na comparação com igual mês de 2016.
  • Triunfo (TPIS3): A companhia reportou prejuízo de R$ 464,4 milhões no segundo trimestre de 2017, ampliando em quase dez vezes o resultado negativo registrado em igual trimestre do ano passado.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, jornal Valor Econômico, jornais diversos e relatórios de terceiros.

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.

 

11 ago

Abertura dos Mercados – 11 – Agosto – 2017

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 2.440,50 +0,12% — Bovespa: 67.0045 +0,01% — Petróleo WTI: 48,45 -0,29% — USD/BRL: 3.180,00 -0,26%

O tom dos mercados nessa sexta-feira é marginalmente negativo. As Commodities em geral apresentam queda e o Ouro sobe, sinais de que investidores estão buscando alguma proteção em função do aumento da tensão entre Coreia do Norte e o presidente Donald Trump. Nos Estados Unidos, o índice futuro do S&P opera com ligeira alta de 0,12%. Na Europa, o DAX alemão sofre perdas de 0,14%, o FTSE inglês tem baixa 0,94% e o CAC francês tem desvalorização de 0,93%. Na Ásia, o Nikkei encerrou o dia caindo 0,05% e o índice de Shanghai terminou o dia com queda de 1,63%. No Brasil, os jornais falam dos bastidores do Governo e a insistência da equipe econômica em aumentar tributos a contragosto de Temer. Meirelles e seus técnicos argumentam que as contas não fecham e congressistas mostram certa resistência numa eventual revisão da meta de déficit fiscal. Em função da questão da meta fiscal e negociações de cargos para “quitar” a conta da vitória de Temer na denúncia da PGR com o “centrão”, o calendário para votação da reforma da Previdência começa a ficar apertado e pode não ser votado até outubro como esperado pelo Governo. No front corporativo, a Petrobras apresentou balanço ontem à noite e hoje Eletrobras e Kroton já divulgaram seus números trimestrais. No final do dia B3, Cesp e SomosEducação apresentarão seus balanços.

Empresas e Setores

  • Anima (ANIM3): A companhia comunicou que Marcelo Batistella Bueno assumiu o cargo de Chief Operating Officer (COO) da empresa.
  • Arteris (ARTR3): A companhia registrou lucro líquido de R$ 68,3 milhões no segundo trimestre deste ano, alta de 342% frente o resultado apurado em igual trimestre de 2016.
  • BRF (BRFS3): A companhia divulgou que obteve prejuízo de R$ 167,3 milhões no segundo trimestre de 2017, revertendo um lucro de R$ 31 milhões reportado em igual intervalo de 2016.
  • Carrefour (CRFB3): A companhia registrou lucro líquido de R$ 299 milhões no segundo trimestre, queda de 3,4% na comparação com o desempenho reportado em igual trimestre de 2016.
  • Claro: A companhia encerrou o segundo trimestre com prejuízo atribuído a seus sócios controladores de R$ 221,8 milhões, ampliando em 80,9% o prejuízo reportado em igual intervalo de 2016.
  • Construção Civil: Segundo dados divulgados pelo Sindicato Nacional da Indústria do Cimento (Snic), as vendas de cimento no Brasil no mês de Julho totalizaram 4,7 milhões de toneladas, queda de 10,5% ante o registrado em igual mês de 2016, acumulando uma retração de 9,1% nos primeiros sete meses deste ano, na base de comparação anual.
  • Copel (CPLE6): A companhia obteve lucro líquido de R$ 151 milhões no segundo trimestre, queda de 85% ante o resultado apurado em igual período de 2016.
  • Cyrela (CYRE3): A companhia reportou prejuízo de R$ 141 milhões no segundo trimestre deste ano, revertendo o lucro líquido de R$ 44,7 milhões obtido em igual trimestre do ano passado.
  • Dasa (DASA3): A companhia informou que o Cade aprovou sem restrições sua operação de compra da empresa de laboratórios de diagnósticos Salomão Zoppi (SZD).
  • Eletrobras (ELET6): A companhia registrou lucro líquido de R$ 306 milhões no segundo trimestre de 2017, 98% abaixo do resultado apurado em igual período do ano anterior.
  • Eternit (ETER3): A companhia reportou prejuízo de R$ 23,1 milhões no segundo trimestre deste ano, resultado 156% maior do que a perda entregue em igual trimestre de 2016.
  • Guararapes (GUAR3): A companhia divulgou que pretende realizar a abertura de 12 novas lojas da Riachuelo neste ano, ante 6 novas unidades inauguradas em 2016.
  • Kroton (KROT3): A companhia reportou lucro líquido de R$ 645 milhões no segundo trimestre de 2017, 15% acima do resultado apurado em igual intervalo de um ano antes.
  • Lojas Americanas (LAME4): A companhia comunicou que Murilo dos Santos Corrêa renunciou ao cargo de diretor de relações com investidores da empresa, sendo substituído por Luiz Augusto Saraiva Henriques.
  • Lojas Americanas (LAME4): A companhia encerrou o segundo trimestre deste ano com lucro líquido de R$ 62,7 milhões, um aumento de 23,9% frente o resultado reportado no mesmo período do ano passado.
  • Mahle-Metal Leve (LEVE3): A companhia registrou um lucro líquido de R$ 57 milhões no segundo trimestre deste ano, resultado que representa um incremento de 32,8% frente o lucro obtido em igual trimestre de 2016.
  • Petrobras (PETR4): A companhia encerrou o segundo trimestre deste ano com lucro líquido de R$ 316 milhões, 14,6% abaixo do resultado reportado no mesmo intervalo de 2016.
  • Vale (VALE3): A companhia informou que superou o percentual mínimo de 54,09% para a conversão voluntária de suas preferenciais em ordinárias.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, jornal Valor Econômico, jornais diversos e relatórios de terceiros.

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.

 

10 ago

Abertura dos Mercados – 10 – Agosto – 2017

Abertura dos Mercados – Futuros e Commodities: S&P-500: 2.462,25 -0,43% — Bovespa: 67.545 -0,53% — Petróleo WTI: 50,12 +1,13% — USD/BRL: 3.168,00 -0,03%

 Os mercados externos seguem a tendência de ontem e bolsas operam em queda nessa quinta-feira. A ameaça de “fúria e fogo” feita por Trump à Coreia do Norte teve repercussão nos mercados, derrubando as bolsas mundiais ontem e hoje. A notícia de que os norte-coreanos teriam tecnologia para produzir ogivas compactas transportáveis por mísseis assustou, mas países próximos como China e Japão não parecem “comprar” o discurso de Trump, que vai caindo em descrédito pelo estilo pouco diplomático e explosivo. Nos Estados Unidos, o índice futuro do S&P tem perdas de 0,43%. Na Europa, o DAX alemão tem queda de 0,84%, o FTSE inglês cai 1,25% e o CAC francês opera em queda de 0,33%. Na Ásia, o Nikkei encerrou o dia praticamente estável com queda de 0,05% e o índice de Shanghai terminou o dia com desvalorização de 0,42%. No Brasil, os holofotes se voltam novamente para Brasília, depois que a forte reação da sociedade contra aumento de impostos fez com que Temer recuasse. O problema é que Temer vai deixando a equipe da Fazenda em situação delicada, uma vez que as negociações do REFIS emperraram e a reoneração na folha de pagamentos foi adiada. Já se fala em uma elevação da meta de déficit fiscal para R$150 bilhões em 2017 e R$170 bilhões em 2018, o que só torna ainda mais imprescindível a aprovação da reforma da Previdência, pois caso contrário o risco é de uma sensação de falta de controle das contas públicas. No âmbito corporativo, hoje Eztec, Cyrela, Tecnisa, Petrobras, Lojas Americanas, Copel, Braskem e BRF apresentam seus balanços trimestrais.

Empresas e Setores

  • Arcos Dorados: A companhia encerrou o segundo trimestre deste ano com prejuízo de US$ 4,1 milhões, revertendo o ganho de US$ 43,4 milhões reportado no mesmo trimestre de 2016.
  • Azul (AZUL4): A companhia informou que sua demanda de passageiros no mês de Julho reportou alta de 17,9% frente o registrado em igual mês de 2016, enquanto sua oferta de voos avançou 16,3% no período, em igual base de comparação. A taxa de ocupação da companhia atingiu 84,4% em Julho, 1,2 ponto percentual acima do registrado em igual período do ano passado.
  • Banco do Brasil (BBAS3): O banco anunciou que seu lucro líquido no segundo trimestre deste ano somou R$ 2,6 bilhões, alta de 2,6% ante o lucro reportado em igual trimestre de 2016. O banco anunciou também que seu Conselho Diretor aprovou a distribuição de juros sobre o capital próprio aos seus acionistas no valor de R$ 0,20 por ação.
  • Cosan (CSAN3): A companhia apresentou prejuízo de R$ 76 milhões no segundo trimestre de 2017, revertendo lucro de R$ 280 milhões reportado no mesmo período do ano anterior.
  • CVC (CVCB3): A companhia reportou lucro líquido de R$ 13,5 milhões no segundo trimestre, alta de 10,0% ante o resultado registrado na mesma etapa de 2016.
  • Glencore: A companhia encerrou o primeiro semestre deste ano com lucro líquido de US$ 2,4 bilhões, revertendo o prejuízo de US$ 369 milhões obtido em igual intervalo de 2016.
  • Guararapes (GUAR3): A companhia encerrou o segundo trimestre de 2017 com um lucro líquido de R$ 82,3 milhões, resultado 126,9% acima do obtido em igual trimestre de 2016.
  • Infraero: Segundo noticiário a companhia encerrou o primeiro semestre deste ano com prejuízo de R$ 276 milhões, ante prejuízo de R$ 574 milhões reportado no mesmo semestre de 2016.
  • MRV Engenharia (MRVE3): A companhia reportou lucro líquido de R$ 141 milhões no segundo trimestre de 2017, alta de 2,3% na comparação com o resultado registrado em igual intervalo do ano anterior.
  • Oi (OIBR3): A companhia reportou prejuízo de R$ 3,0 bilhões no segundo trimestre deste ano, ante prejuízo de R$ 822 milhões apurado em igual trimestre de 2016.
  • Queiroz Galvão E&P (QGEP3): A companhia anunciou que obteve lucro líquido de R$ 61 milhões no segundo trimestre deste ano, revertendo o prejuízo de R$ 7,7 milhões reportado em igual intervalo do ano passado.
  • Rumo (RAIL3): A companhia anunciou que obteve prejuízo de R$ 30,2 milhões no segundo trimestre deste ano, reduzindo em 7,6% o resultado negativo reportado no mesmo trimestre de 2016.
  • Taesa (TAEE11): A companhia fechou o segundo trimestre de 2017 com lucro líquido de R$ 72 milhões, queda de 65,0% ante o resultado apurado em igual intervalo do ano passado.
  • Thyssenkrupp: A companhia informou que seu lucro líquido no trimestre fiscal encerrado em 30 de Junho somou € 120 milhões, queda de 7,7% frente o lucro apurado em igual período de 2016.
  • Ultrapar (UGPA3): A companhia registrou lucro líquido de R$ 247 milhões no segundo trimestre deste ano, queda de 33,0% frente o resultado reportado em igual período de 2016.
  • Vale (VALE3): A companhia comunicou a venda de dois navios do tipo VLOC, com capacidade de 400 mil toneladas, por R$ 178 milhões.

Fontes: Bloomberg, Thomson Reuters, jornal Valor Econômico, jornais diversos e relatórios de terceiros.

Esta mensagem e seus anexos podem conter informações confidenciais ou privilegiadas. Se você não é o destinatário dos mesmos você não está autorizado a utilizar o material para qualquer fim. Solicitamos que você apague a mensagem e avise imediatamente ao remetente. O conteúdo desta mensagem e seus anexos não representam necessariamente a opinião e a intenção da empresa, não implicando em qualquer obrigação ou responsabilidade por parte da mesma. As análises refletem única e exclusivamente as opiniões pessoais dos analistas responsáveis e são elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Capital Investimentos. As estimativas e previsões de eventos são baseadas em informações públicas e em fontes que julgamos dignas de crédito, embora sua precisão e completude não possam ser garantidas. Ocasionalmente, executivos ou funcionários da Capital Investimentos podem, de acordo com o permitido por lei, possuir uma posição, ou de outra maneira estarem interessados em transações com ativos direta ou indiretamente relacionados com este relatório. Rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Este relatório não constitui uma recomendação de compra ou venda e destina-se apenas a fomentar o debate de ideias. O utilizador aceita que o conteúdo, erros ou omissões não podem ser fundamentos para qualquer reclamação ou ação legal. As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser consideradas como uma oferta de aquisição de cotas dos fundos de investimentos. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura,  sempre leia o prospecto e o regulamento antes de investir.